sábado, 26 de março de 2011

VIRADA CULTURAL DE CASCAVEL CONTINUA GERANDO MÍDIA NEGATIVA!!!


Fazer teatro é assumir uma profissão e ser gaucho também é?

Considerações acerca da opinião publicada por Telmo Kottwitz no Jornal Hoje, edição 5976 de 23 de marco de 2011.

Senhor Telmo Kottwitz.

É plausível e completamente coerente teu discurso, pois também podemos perceber tuas ascendências e origem bancaria. Gostaria de citar o hino de cascavel: “Tua beleza imponente tem vida, és a sombra que acolhe o forasteiro, [...] portas abertas a todo brasileiro”, seguindo o senhor que terminou a considerada opinião citando o hino do Rio Grande do Sul.

Primeiramente, não deturpe nosso projeto, não somos contra a tradição gaucha, negar o gaucho seria negar que a arte, para esclarecer-vos, pode ser feita do vazio ou do nada, como o senhor menciona o contrario. Lembro que sempre é preciso informar-se antes de publicar qualquer opinião.

Pois bem, ao próximo passo: arte e cultura se misturam, mas são esferas distintas, em teu pronunciamento no Jornal Hoje (edição de 23 de marco de 2011), não percebo esse discernimento, infelizmente, pois estamos do tratando presidente da Associação da Cultura Gaúcha de Cascavel, cidade com expressiva tradição. Lembremo-nos que os gaúchos e os tropeiros também tiveram origem em “revoltados” como preconceitualiza o senhor. Isso nos iguala e prova pela tua historia e a nossa, que todos fazemos parte de movimentos legítimos e legais.

Por fim, “amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, porque ele faz nascer o sol sobre bons e maus, e vir chuvas sobre justos e injustos”(Mateus 6.44-45). Agradeço imensamente as palavras publicadas com o carinho e apreço que tenho pelo delicioso chimarrão que tomo neste momento, e pelo menos na imprensa poderemos manter um dialogo igualitário, que é o prega a tua cultura e a nossa, não é?


Acredito fortemente que o jornal em questão não publicará essa consideração, entretanto: muito obrigado!

Anderson Paisca

Um comentário:

  1. errata: onde esta escrito: cultua, le-se cultura.
    obrigado.

    ResponderExcluir