quarta-feira, 30 de setembro de 2009

CRIANÇAS DE CASCAVEL NÃO TÊM... AS DE TOLEDO TÊM!!!...


¿Arte: Luz, Ponto e Ação¿ leva mais de mil alunos a oficinas

Alunos da quarta série de 33 escolas municipais de Toledo usaram a criatividade e gastaram as energias na terceira edição do ¿Arte: Luz, Ponto e Ação¿, realizado durante toda a quarta-feira (30), no Centro de Eventos Ismael Sperafico. Divididos em grupos, os estudantes participaram de uma das 12 oficinas oferecidas e puderam interagir com os colegas e profissionais da educação, desenvolvendo novas técnicas artísticas.
As oficinas contaram com construção de brinquedos, pipas, instrumentos musicais, fantoches, arte circense, maquiagem cênica, street dance, confecção de cartões com elementos da natureza, ciência e arte, capoeira, enfeites com EVA e oficina de Hip-Hop. Todos os espaços foram prontamente ocupados pelas crianças, que aproveitaram cada dica.
¿Não é tão simples fazer isso daqui. Primeiro a gente marca, depois recorta e cola. Exige paciência também¿, comentou o aluno Patrick Franke, que estava participando da oficina de fantoche, montando um pequeno palhaço.
No grupo de construção de pipas, os meninos logo dominaram a confecção. No entanto, as meninas também participaram ativamente, sem fazer feio. ¿Eu sei fazer pipa desde pequeno, estou querendo ver as meninas deixarem a delas pronta, mas o legal é que tem gente ensinando, então até quem não sabe fazer aprende¿, disse o estudante Alexsandro Brandão.
As professoras da escola Henrique Brod aproveitaram para ficar de olho em cada oficina. Segundo elas, a oportunidade de conhecimento é única e será repassada para as outras turmas durante as aulas.
¿A gente escuta uma coisa aqui, outra lá e assim vai adquirindo conhecimento. Tudo o que a gente aprender a mais é interessante para levarmos a sala de aula¿, comentou a professora Marta Rossi. ¿Os alunos estão maravilhados por estar aqui. Pretendemos trabalhar com as outras turmas que não vieram para que também aprendam¿, destacou a professora Viviane Bosi.
A integração entre alunos e professores é uma das metas do projeto Arte: Luz, Ponto, Ação, conforme explica a diretora do departamento de Educação, Janice Salvador. ¿Não temos condições de trazer todas as turmas para participar da atividade. Então quando elaboramos este projeto há três anos, pensamos em trazer os alunos maiores para representar as escolas. Claro que a intenção é que os outros alunos também recebam as informações por meio dos colegas e professores que aqui participaram. A ideia é difundir as expressões artísticas, movimentos, danças, enfim, valorizar as manifestações artísticas. Acreditamos que com essas atividades são reforçadas as metodologias de ensino que proporcionam aprendizagens significativas¿, aponta.
Conforme estimativa da Secretaria de Educação, mais de mil crianças participaram do projeto no centro de eventos.

PREFEITURA INDICA PAUTA: TEATRO MUNICIPAL!!!


Sugestão de Pauta - Assinatura de aditivo para construção do Teatro


Amanhã (1º), às 16h30, o prefeito Edgar Bueno irá assinar um aditivo no valor de R$ 901 mil para dar continuidade a construção do Teatro Municipal de Cascavel. A solenidade irá acontecer no canteiro de obras do Teatro. De acordo com o secretário de Serviços e Obras Públicas, Paulo Gorski, existem R$ 7,5 milhões assegurados para a execução da obra, desse valor, cerca de R$ 3 milhões já foram pagos.

ESPETÁCULO MINEIRO NO FETACAM!!!


O Lustre
01 de Outubro de 2009 - Quinta-feira

Grupo: Oriundo de Teatro

Cidade: Belo Horizonte – MG


A sociedade é um lustre prestes a cair e no qual todos tentam se equilibrar. Esta é a imagem por trás de “O Lustre”, um espetáculo cheio de surpresas e que leva o espectador a rir de situações aparentemente absurdas, mas que podem se tornar tão próximas que nos enxergamos participando delas. Usando a loucura como disfarce da vida real e conduzido por um casal, o espetáculo lida com os sentimentos paradoxais que podem mover uma relação humana. Assim, os sonhos, os medos, a insegurança em relação ao “amor” do parceiro, as relações de dependência e a dificuldade de comunicação entre as personagens, afloram no decorrer do espetáculo, e são confrontadas com suas dificuldades de encarar o “mundo”, e é essa relação tragicômica que estabelece um constante jogo entre os atores e os espectadores. É nesse jogo entre o real e o absurdo, entre o falso e o verdadeiro que, ora assistindo, ora participando, o público se envolve na trama e fica tentando a desvendar quem é o louco afinal? Dessa forma, as questões que envolvem o flexível limite entre a sanidade e a loucura são reforçadas, estabelecem o fio condutor do embate entre as personagens e dão o tom da crítica social presente nesta encenação.


Teatro Municipal - 20h - R$3,00 (Desaconcelhável para menores de 16 anos)

CASCAVEL COM TANTOS "CLOWNS" PODE PARTICIPAR!!!


Escola Nacional de Circo



Única instituição de ensino diretamente mantida pelo Ministério da Cultura, a Escola Nacional de Circo (ENC) realiza cursos regulares de formação e reciclagem de artistas. Ao se estabelecer como legítimo espaço cultural circense, a escola cria meios de preservar e difundir a tradição milenar dessa arte. Aberta à reflexão e à experimentação, contribui também para a renovação da linguagem do circo.

Criada em 1982 pelo circense Luís Olimecha, a ENC reúne em seu corpo docente, profissionais com mais de trinta anos de carreira artística. Alguns deles oriundos da equipe que fundou a instituição. Atualmente, mantém 200 alunos matriculados e oferece aulas em dois turnos. A admissão é realizada por concurso público.

A Escola Nacional de Circo fica na Praça da Bandeira, nº. 4, no Rio de Janeiro, ponto tradicional de armação de circos no século 19 e início do século 20. O terreno, de sete mil metros quadrados, abriga uma lona moderna de quatro mastros, com capacidade para três mil espectadores. O espaço possui salas de aula, dança e musculação, fisioterapia, refeitório e oficinas para confecção e conserto de aparelhos.



Localização



A Escola Nacional de Circo ocupa um local muito querido aos circenses: a Praça da Bandeira, nº 4 , no Rio de Janeiro, um tradicional ponto de armação de circos no século 19 e início do século 20.

O terreno de 7.000 m² abriga um moderno circo completo de quatro mastros, permanentemente armado, com capacidade para 3.000 espectadores.

O espaço possui ainda salas de aula, dança e musculação, fisioterapia, refeitório, e oficinas para confecção e conserto de aparelhos.



Critérios de admissão



A admissão à ENC se dá por concurso público. Para se inscrever neste concurso, é necessário:
- Ter idade mínima de 14 anos;
- Estar matriculado em escola regular ou ter concluído o ensino médio;
- Gozar de boas condições de saúde física e psicológica.

A prova é dividida em três etapas:
1ª - Prova prática de aptidão física
2ª - Entrevista psicossocial
3ª - Avaliação clínica



Critérios de avaliação



Para avaliação do aluno, é realizada uma análise qualitativa de seu desempenho no processo de concepção, produção e interpretação artística e na aplicação, neste processo, de elementos e valores estéticos, técnicos e materiais.

Ao avaliar o aluno, os instrutores se utilizam de conceitos baseados nos seguintes critérios:

Conceito
Critério

A
Consecução constante e espontânea sem ajuda adicional.

B
Consecução intermitente dos objetivos, quase sem ajuda adicional.

C
Consecução parcial dos objetivos precisando de ajuda e instrução adicional.

D
Não consecução dos objetivos.

ETA, VIDA MARVADA!!!


Rolando Boldrin apresenta 'Cara do Brasil' em Londrina

O espetáculo teatral musicado falará das raízes, histórias, manifestações culturais do homem da cidade e do campo e do folclore do país


Os londrinenses terão o privilégio de ouvir e conhecer um pouco mais sobre as raízes, histórias, manifestações culturais do homem da cidade e do campo e o folclore do país contados por um dos grandes nomes da música e da cultura regional brasileira, Rolando Boldrin.

O artista, cantor, compositor e apresentador que nasceu em São Joaquim da Barra e sempre foi apaixonado pela música caipira, desembarca na cidade no próximo sábado, dia 3 de outubro, para apresentar o espetáculo 'Cara do Brasil', uma iniciativa da New Rolland com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura do Brasil, e pela New Agro concessionária New Holland na cidade.

Boldrin, que gravou diversos CDs com músicas e 'causos' do interior do Brasil, mostrará por meio de um teatro musicado, os causos do homem comum, da cidade e do campo, cantará músicas de sua autoria como 'Eu, a viola e Deus', 'Amor de violeiro' e 'Vide-vida Marvada' e músicas de grandes compositores da cultura regional brasileira e que são lembrados até hoje, como Alvarenga e Ranchinho, Newton Teixeira e Raul Torres. Além das músicas, durante a apresentação Boldrin fará citações a escritores, autores e artistas brasileiros.

Além de Londrina, o projeto também será apresentado em Curitiba, cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais.



Serviço:

Espetáculo 'Cara do Brasil', com Rolando Boldrin

Quando: sábado, dia 3 de outubro

Horário: 20h30

Local: Teatro Universitário Ouro Verde – Rua Maranhão, 85

terça-feira, 29 de setembro de 2009

CASCAVEL AGONIZA NO CINEMA E CAMPO MOURÃO "REZA" O EVANGELHO NO TEATRO!!!


A dramaturgia do espetáculo faz uma ponte entre as palavras do próprio Evangelho de São Mateus e o Oitavo Poema do Guardador de Rebanhos, poema de Fernando Pessoa. Um grupo de atores que “interpretam” padeiros que, ao mesmo tempo em que fazem o pão, símbolo da vida e do nascimento, contam de forma bem humorada e poética a história da passagem de Jesus Cristo pela terra e, principalmente, a palavra dita por ele. É uma interpretação tão livre das parábolas de Jesus Cristo e seu significado, tanto quanto o próprio poema de Fernando Pessoa, uma livre observação de seu significado. No outro lado da ponte, um filho conta, suavemente, à sua mãe, sobre um Jesus Cristo feito de poesia, ao mesmo tempo em que busca explicar-lhe porque a palavra dita com verdade e sinceridade pode ser transformadora.

O Evangelho Segundo São Mateus, um espetáculo incrivelmente dinâmico que conta com a participação da platéia para acontecer, com muita beleza e poesia, o público riu e se divertiu a valer.

Aconteceu ontem (28/09) na programação do FETACAM.

CHEGANDO NOS 20.000 ACESSOS!!!


Quando demos início ao blog Anjos da Cultura (Luciano Biaggi e Wanderlei dos Anjos), uma das minhas preocupações era colocar no ar um blog informativo e com personalidade. Meus questionamentos junto ao Luciano, além de toda responsábilidade de informar também foi a questão de fazer postagens diárias e com conteúdo, sem deixar de colocar uma "opinião" nos assuntos mais pertinentes.

Muito mais empolgado do que eu, estava o "italianinho" Biaggi, que criou o blog, lay out, contador, localizador, etc... E queria a todo custo iniciar o processo do blog. Aceitei. Com a responsábilidade que me é peculiar escrever, fazer postagens, buscar informações, opinar, e principalmente dar uma "identidade" ao blog.

Um fato no ínicio do blog foi preponderante para o seu sussesso. O jornalista Leonardo Zen, proprietário do blog (zentrelinhas), hoje "fora do ar", insinuou que o blog Anjos da Cultura, estava sendo irresponsávelmente usado e o tratou como "a descoberta de um brinquedinho". Esse comentário apenas incentivou para que continuassemos com o blog, pois mostrava como esse "brinquedinho" já incomodava alguns, principalmente nas hostes palacianas.

Anjos da Cultura, no momento dos seus 20.000 acessos já entra para história de Cascavel, pois em primeira mão denunciou a "Invasão da Banca do Waltão", com fotos tiradas na hora, já denunciou o novo escândalo causado pela Secretaria da Cultura ao fazer um Festival de Música sem ter o recurso, mostrou e informou os eventos culturais de Cascavel em decadência, lançou a campanha "Eu Amo o Teatro Municipal", questionou a cobrança exacerbada de utilização de espaços culturais para artistas da cidade, ocasionando a criação de Projeto-Lei de Icentivo aos Artistas da cidade, com autoria do Vereador Julio César, entre várias outras ações e questionamentos iniciados dentro do Anjos da Cultura.

Eu e o Luciano Biaggi, agradecemos a confiança dos leitores do mundo inteiro que acessam o "Anjos da Cultura", e o "brinquedinho" que alguns incomodados citam por vezes (inclusive pelo regente Jocimar Silva), consolida-se cada vez mais e as informações outrora locais já viraram estaduais. Continuaremos a dar nossa opinião e informar nossos fiéis leitores.

ABRAÇOS CORDIAIS E FRATERNOS A TODOS QUE NOS ACOMPANHAM!!!

WANDERLEI DOS ANJOS E LUCIANO BIAGGI.

AINDA BEM QUE O DAMASCENO NÃO PARTICIPOU DO FESTIVAL DE MÚSICA DE CASCAVEL!!!


LA BODEGUITA INSTRUMENTAL
Outubro Jazz - Dias 14 , 15 e 16/10
Á semana toda especial no mês de Outubro com a presença
de grandes músicos , amigos e convidados especiais! Jazz ,
samba , blues , baião e bossa nova em 3 grandes noites no
aconchegante espaço do La Bodeguita Café em Cascavel.
PROGRAMAÇÃO :
14/10 (quarta)
O guitarrista e compositor de Floripa LEANDRO FORTES (Sc)
A partir dás 21h
15/10 (quinta)
MARCOS OTÁVIO (Pr) e Convidados numa mistura especial
de Jazz e Mpb. Á partir dás 21h
16/10 (sexta)
Um dos maiores baixistas do Brasil. GLAUCO SOLTER TRIO
A partir dás 21h
MÚSICA INSTRUMENTAL BRASILEIRA

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

VAMOS FALAR DE CINEMA DE FORA! JÁ QUE AQUI O FIASCO FOI GRANDE!!!...


Diretor de "O Pianista" é preso por pedofilia

O premiado diretor de cinema Roman Polanski foi detido na Suíça por um mandado de prisão emitido há 31 anos nos Estados Unidos


De família judia polonesa, história de Polanski percorre 'O Pianista'O diretor Roman Polanski, 76, foi preso no sábado quando viajava para a Suíça para o Festival de Cinema de Zurique, que está realizando uma retrospectiva de sua carreira.

Em 1977, nos Estados Unidos, ele admitiu ter mantido relações sexuais com uma garota de 13 anos, o que é ilegal, mas fugiu para a França antes de receber a sentença.

Sem pisar em terras americanas desde então, o diretor recebeu à distância o Oscar de melhor filme pela obra O Pianista, de 2002, que conta as memórias de um músico judeu em plena ocupação nazista de Varsóvia durante a Segunda Guerra Mundial.

Inicialmente indiciado por seis delitos sexuais, entre os quais pedofilia, o diretor pode ter de enfrentar o resto da vida na prisão se condenado. A vítima no centro do caso, Samantha Geimer, hoje casada e com filhos, já pediu que as acusações contra o diretor sejam retiradas.

Ela diz que a insistência da Justiça para que Polanski compareça diante de um juiz americano é uma "piada cruel". No início deste ano, um magistrado americano afirmou que houve má conduta do juiz original do caso, hoje falecido, mas determinou que Polanski deveria retornar aos Estados Unidos para pedir a anulação do caso.

Por medo de ser enviado à Justiça americana, o diretor já evitou inclusive rodar suas obras na Grã-Bretanha, que, como a Suíça, tem acordos de extradição com os EUA

domingo, 27 de setembro de 2009

O FETACAM DEVE SERVIR DE EXEMPLO PARA O FESTIVAL DE TEATRO QUE QUEREM "IMPROVISAR" EM CASCAVEL!!!


Foi dado início ontem (25), a 9ª edição do FETACAM, com abertura da comentadíssima apresentação do primeiro espetáculo Ainda é Cedo Amor, do grupo Cia de Arte Irreversível e Esfera Prod. Artística da cidade de Florianópolis – SC.

Reunindo mais de 350 espectadores, a noite foi super comentada e calorosa devido a “picante” apresentação do espetáculo impróprio para menores de 14 anos.

Em entrevistas realizadas com pessoas presentes durante a apresentação, foi constatado a grande satisfação das mesmas ao ver um espetáculo de grande qualidade artística e por um preço assessível, os convites estão sendo vendidos na Casa da Cultura ( horário comercial ), Fiorella e na bilheteria do Teatro Municipal nos horários dos espetáculos.

AFINAL O FESTIVAL DE DANÇA DE CASCAVEL SAI OU NÃO SAI????


Sra Secretaria, nós do setor de dança gostaríamos de uma explicação sobre o Festival de Dança de Cascavel, bem como SER CONVIDADOS A PARTICIPAR DAS REUNIÕES QUE O SETOR VEM FAZENDO, e que respondesse porque algumas associações e Studios de Dança são chamados e outros não, pois se todos fazem parte do mesmo setor algo está errado, como o empréstimo de espaços da cultura para empresas privadas no setor da dança e para outras nem mesmo migalhas para ajuda de custo na participação de Festivais Internacionais representando a cidade????, onde está a coerência nas decisões???, Que data vai ser o festival de dança?, como vão fazer um festival de dança se a data prevista passou e informam no centro cultural que todas as datas até o final do ano estão reservadas, para espetáculos de empresas privadas??? O festival vai ser o ano que vem????

Porque o Diretor do Festival de dança é de Fora (Curitiba) , não temos profissionais competentes na área aqui na cidade???, ou não conhece o pessoal do setor???

Algumas perguntas que gostaríamos que respondesse, se souber , se não souber ....( que é o mais provável, ficaremos mais uma vez sem resposta, mas vale deixar aqui a revolta).

E dizem que este Blog não tem acessos....

Olha só, ainda tem gente que fala que este Blog não tem acessos .....confiram os acessos internacionais na foto abaixo...


Festival de Cinema ou Festival da Comédia...


Assistindo Tv no domingo, única programação cultural do final de semana, deparei-me para minha surpresa, com um comercial divulgando o Festival de cinema de cascavel, onde dizia que o festival acontece do dia 18 a 27, perguntei a várias pessoas que também assistem a emissora diariamente, porém até o dia de hoje, nenhuma informação com relação ao dito festival fora vista, o que me faz mais uma vez crer que infelizmente não sabem realizar eventos e principalmente divulgá-los ao público de cascavel, novamente a cultura de Cascavel perde, e vira uma comédia que não é dell'arte.....

sábado, 26 de setembro de 2009

ACPT TIRA CASCAVEL DO ROTEIRO DE SEUS ESPETÁCULOS!!!


Em matéria veiculada no jornal A Tribuna de sexta-feira (25/09), é informado roteiro de final de setembro e começo de outubro da ACPT (Associação Centro de Pesquisa Teatral). O jornalista (Jean), quando preparava a matéria ligou-me para saber quando estariamos em cartaz em Cascavel. Prontamente lhe respondi: "Não será tão cedo".

A Associação Centro de Pesquisa Teatral (ACPT), leva o nome de Cascavel práticamente para todo o Brasil. Já se apresentou em Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Aracaju (SE), Maceio (AL), Natal (RN), Recife (PE), João Pessoa (PB), São Paulo (SP), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR). Sem citar as centenas de cidades do interior do Brasil em que a entidade já esteve excursionando.

Entretanto este curriculum não acrescenta nada junto a atual administração, que alega que não há espaço na agenda e que o Centro Cultural está tomado o resto do ano. Entretanto se você verificar e acompanhar os eventos diários do "único" espaço cultural da cidade, irá notar que por várias vezes o espaço está fechado, e isso não é só durante a semana, mas no final de semana também.

Outro fator interessante é a "tabela de preço conforme o frêgues". A ACPT, que geralmente têm casas lotadas (é casas mesmo pois sempre tem sessão extra), é cobrado uma taxa "maior" do que das outras entidades. E achamos isso de uma incoerência sem precedentes, já que a entidade investe muito mais em divulgação, inclusive muito mais do que espetáculos protagonizados por "globais" que têm isenção de taxa, material gráfico feito pela prefeitura, hotel e alimentação bancados pelo munícipio.

Devido essa falta de coerência, dor de cotovelo, incompetência e total desleixo com a classe artística local, queremos ficar longe desse "povo" e estaremos buscando espaços "alternativos" para nossas apresentações, até que haja uma mudança rádical na atual administração cultural.

QUE TAL UM LUAU???!!!


Luau das Cataratas é a nova atração em Foz

O nosso maior patrimônio apresenta sua mais nova maravilha

Se ver, sentir e viver as Cataratas durante o dia encanta os amantes da natureza, vivenciar o santuário ecológico, sob a lua cheia, pode preencher a alma dos visitantes do Parque Nacional do Iguaçu? Para saber a resposta, só participando do Luau das Cataratas, a mais nova opção de passeio oferecido no atrativo turístico. O evento estréia no sábado, 3 de outubro, com um formato inovador.
O passeio, organizado pela Cataratas do Iguaçu S/A, e com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), agora tem formato acessível para todos os públicos. O visitante pode contemplar as maravilhas das Cataratas do Iguaçu iluminadas pela lua cheia, e com a liberdade de escolher a forma do seu roteiro.
A emoção começa logo na recepção de gala, com ambientação de música ao vivo, iluminação decorativa e drink de boas vindas. Esse atendimento será realizado no Espaço Porto Canoas antes dos visitantes percorrerem as trilhas. Dado o requinte, glamour, bom atendimento e local único no planeta, o atrativo planeja receber turistas de diversas partes do Brasil e moradores da região.
Depois das boas-vindas, os visitantes podem viver a plenitude dos sentidos frente a diferentes ângulos e circunstâncias, como a vista magnífica a partir do deck do restaurante Porto Canoas ou os estonteantes cenários do Mirante Salto Floriano e da Garganta do Diabo. Como dizem alguns turistas, “com sorte, é possível apreciar a visão do arco-íris produzido pelo brilho prateado da lua cheia”.
Os monitores da concessionária Cataratas do Iguaçu S/A acompanharão os visitantes na caminhada até o Espaço Naipi. Após curtir a brisa noturna, os turistas serão conduzidos através dos elevadores panorâmicos até as passarelas, de onde poderão visualizar cenários raros e sentir a emoção de um momento inigualável proporcionado pelo som das águas, o brilho da lua e o cheiro da mata.
Vale destacar que o ingresso do passeio inclui estacionamento e transporte no interior do parque. Diferentemente das edições anteriores do passeio, agora o pacote “Jantar ao Luar no Porto Canoas” é opcional. É importante destacar que a cada mês, o cardápio é alterado. Esse é um recado do chef de cozinha que tem a preocupação de oferecer opções que agradem a todos os paladares.

Programação - A recepção e translado dos turistas, de ônibus, serão feitos no Centro de Visitantes do Parque Nacional do Iguaçu, das 20h15 às 21h30. O retorno dos visitantes do atrativo está marcado para iniciar às 22h30 e encerrar às 24 horas. O estacionamento funcionará das 20h até 1 hora. A loja de souvenir do Porto Canoas, a joalheria e fastfood irão funcionar das 21h às 23h30.

Luau das Cataratas - Especial
- Preço de balcão: R$ 40,00
- Comissão agência/guia de turismo: 10%
- Crianças com idade entre 07 e 12 anos: 50%
- Crianças com até 06 anos: gratuito
- Desconto de 50% no preço balcão para moradores "Passe Comunidade"

Jantar ao Luar no Porto Canoas
- Preço de balcão: R$ 50,00 + 10% taxa de serviços
- Comissão guia de turismo: 10%
- Comissão agência de turismo: 20%
- Crianças com idade entre 07 e 12 anos: 50%
- Crianças com até 06 anos: gratuito
- Não será concedido desconto no valor do jantar aos moradores "Passe Comunidade"

Próximas edições do Luau das Cataratas - Especial

1 de novembro (Domingo)
2 de dezembro (Quarta-feira)

CASCAVEL NA AGENDA DO G-2. ESPERAMOS QUE NÃO CANCELEM!!!


Guaíra2 apresenta novo espetáculo no Paraná

Durante o espetáculo os bailarinos dançam em volta e por dentro de uma estrutura metálica e transparente para mostrar as diferentes faces do ser human

O Guaíra2 Cia. de Dança já está com as malas prontas para uma turnê que irá realizar até o final do ano em várias cidades levando em sua bagagem o mais novo espetáculo "Faces", que estreou em maio deste ano.

A primeira cidade a receber o grupo será Paranavaí, no dia 29, próxima terça-feira, com apresentação no Centro Cultural Rodrigo Ayres (Teatro Municipal Dr. Altino Afonso Costa), na Rua Guaporé, 2080 e no dia 30 será em Maringá, no Teatro Calil Haddad, na Av. Dr. Luiz Teixeira Mendes, 2500.

Para o mês de outubro estão agendadas 5 apresentações. A primeira será no dia 3 em Araucária, no Teatro da Praça, na Rua São Vicente de Paula, 1091. As outras datas serão: dia 9 em Francisco Beltrão, no Teatro Municipal (Espaço da Arte) , na Rua Octaviano Teixeira dos Santos, 1121; No dia 11 em Campo Mourão, no Teatro Municipal, na Av. Comendador Norberto Marcondes, 684 e nos dias 28 e 29 em Passo Fundo (RS), no Teatro do SESI, durante às comemorações da 13ª jornada Nacional de Literatura.

Em novembro a apresentação será no dia 9, na cidade paranaense de Cascavel, no Centro Cultural Gilberto Meyer, na Rua Duque de Caxias, 379.

As apresentações nas cidades de Paranavaí, Maringá, Francisco Beltrão, Campo Mourão e Cascavel serão realizadas em parceria entre o Centro Cultural Teatro Guaíra e a FIEP (Federação das Indústrias no Paraná) em comemoração ao seu 65º aniversário. Em todas as cidades a apresentação terá início às 20h.

O espetáculo "Faces" estreou em maio deste ano no Teatro José Maria Santos e já foi apresentado diversas vezes com muito sucesso. Durante o espetáculo os bailarinos dançam em volta e por dentro de uma estrutura metálica e transparente para mostrar as diferentes faces que o ser humano costuma criar quando vive em sociedade.

A coreografia de Eunice Oliveira tem como objetivo provocar uma reflexão a respeito da construção das imagens que o ser humano faz de si mesmo e de seus semelhantes. As modificações dessas imagens, com o decorrer da vida, também fazem parte da essência do roteiro, criando assim um espetáculo bastante original.

A respeito da coreografia é a própria Eunice que diz "no decorrer da vida, criamos para nós próprios e vemos nos outros diversas faces e acreditamos no que vemos (ou pensamos que vemos). A vida em si tem também momentos que nos transformam, faces da vida que modificam nossas faces, como nas estações do ano modifica-se a natureza. As vidas de cada um e todos nós estão interligadas, porém a ligação é invisível aos nossos olhos, assim como o é a força que move essas vidas. Podemos fazer mil planos, mas nunca temos a certeza de concretizá-los porque a nossa existência não está só em nossas mãos e a vida traz surpresas".

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

FESTIVAL DE DANÇA. UM DOS LINKS MAIS PROCURADOS DO PORTAL DO MUNICÍPIO!!!


A OPÉRA BUFA CONTINUA. O FESTIVAL DE DANÇA CANCELADO POR FALTA DE ORGANIZAÇÃO E PARCERIA COM ENTIDADES NÃO GOVERNAMENTAIS SEM FINS LUCRATIVOS, QUE ESTIVESSEM NA LDO, MOSTRA AGORA DE UMA FORMA TOTALMENTE DIFERENTE SUA POPULARIDADE, IMPORTÂNCIA E SEU CRSCIMENTO NOS ULTIMOS ANOS.

O FESTIVAL DE DANÇA CRESCEU, E CRESCEU MUITO, GRAÇAS A UMA BOA ORGANIZAÇÃO, COMPROMETIMENTO E AGREGAMENTO DAS ACADEMIAS DE DANÇAS. LUCIANO BIAGGI, SEU COORDENADOR (ANTERIOR), IMPLANTOU UMA MÉTODOLOGIA DE INFORMÁTICA QUE FACILITAVA A PARTICIPAÇÃO E A INFORMAÇÃO DO FESTIVAL.

HOJE AO ENTRAR NO PORTAL DO MUNICÍPIO DE CASCAVEL, TIVE A GRATA SURPRESA DE "LINKAR" A INFORMAÇÃO "MAIS PROCURADOS", E EM QUARTA POSIÇÃO ESTÁ O "FESTIVAL DE DANÇA". NA FRENTE DE: IPTU, LICITAÇÕES, MINHA CASA, MINHA VIDA E ORGÃO OFICIAL.

A REPERCUSSÃO DESSE FATO É ALGO A SER ANALISADO. MESMO AS BAILARINAS, ACADEMIAS DE DANÇAS, GRUPOS DE DANÇAS FOLCLÓRIKAS E OUTROS AFINS, SE OMITIREM COM O CANCELAMENTO DO FESTIVAL DE DANÇA, A PRÓPRIA COMUNIDADE MOSTRA A IMPORTÂNCIA DO FESTIVAL.

POLITICAMENTE, MAIS UM TIRO NO PÉ DA JUDETE, DO EDGAR E DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL. O POVO MOSTRA QUE A CULTURA TAMBÉM SABE REFUTAR OS ADMINISTRADORES QUE A DEIXAM DE LADO.

SINFONÉTICA COMUNITÁRIA FLUTUANTE EM CARTAZ NA CAPITAL!!!


Acordeom em destaque no show da Sinfonética Comunitária

O acordeom de Marina Camargo enriquece o espetáculo que o grupo curitibano Sinfonética Comunitária Flutuante apresenta às 20h desta sexta-feira (25). A sessão musical acontece no Conservatório de MPB de Curitiba, espaço da Prefeitura Municipal, e leva ao palco o talento de instrumentistas locais, numa proposta que une improviso e criatividade.

Nascida em Concórdia (SC), Marina Camargo desenvolve sua carreira artística em Curitiba, onde é professora de acordeom no Conservatório de MPB e em outras escolas de música, além de integrar os grupos Fole Harmônico, Baque Solto e Fole Baixo. Graduada em Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Paraná, com especialização em Música Brasileira pela Faculdade de Artes do Paraná, a instrumentista aprimorou técnicas musicais com Rubens Pires, Waldir Teixeira, Toninho Ferragutti, Lula Alencar e Alessandro Kramer.

Com um extenso currículo de apresentações, Marina Camargo já atuou em diversos shows e festivais, bem como em concertos na Sala Cecília Meireles e na UNIRIO, ambas no Rio de Janeiro, como integrante do Grupo de Percussão da UFPR. Também participou como instrumentista convidada da Cia. Senhas, Cia. Nossa Senhora de Teatro Contemporâneo e Os Satyros, em espetáculos de música e teatro, em Curitiba e São Paulo.

Sinfonética - O improviso é uma das características da Sinfonética, que faz com que artistas e plateia compartilhem o inesperado. Normalmente, a formação do grupo e o repertório a ser executado são conhecidos somente quando os músicos começam a tocar. O grupo é coordenado pelo instrumentista, compositor e professor Glauco Sölter.

A Sinfonética reúne-se desde 2001. Os primeiros encontros foram em bares da cidade e, em 2004, as apresentações passaram a acontecer no Conservatório de MPB. O espetáculo é uma oportunidade para os jovens talentos estarem ao lado de profissionais experientes. O repertório conta com obras dos grandes mestres da música brasileira de todos os tempos, entre eles Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, Edu Lobo, Tom Jobim, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Toninho Horta, Laércio de Freitas e Waltel Branco, além de composições de músicos locais. O objetivo principal do grupo é divulgar e experimentar a produção musical do Brasil.

Serviço:

Sinfonética Comunitária Flutuante com a acordeonista Marina Camargo
Data e horário: 25 de setembro de 2009 (sexta-feira), às 20h
Local: Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba (Rua Mateus Leme, 66 - Setor Histórico)
Ingressos: R$ 5 e R$ 2,50 (estudantes)
Informações: (41) 3321-3208

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

ATENÇÃO SECRETARIA DA CULTURA DE CASCAVEL!!! APRENDAM COM CAMPO MOURÃO!!!


PARCERIAS, PATICIPAÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO, DIVULGAÇÃO COM TEMPO HÁBIL, PORTAL NA INTERNET E SERIEDADE, COMPROMETIMENTO/CREDIBILIDADE. ATENÇÃO ANTONIO MARCOS E JUDETE, CURSINHO DE PRODUÇÃO PARA "AMADORES" FARÁ BEM PRA VOCÊS. SE O FESTIVAL DE CINEMA DE CASCAVEL FOI HORRIVEL, IMAGINA O DE TEATRO???... CORRAM PARA CAMPO MOURÃO E VÃO ESTUDAR AQUILO QUE VOCÊS NÃO SABEM FAZER, POIS ESTÃO FAZENDO EU PASSAR "VERGONHA" ONDE VOU APRESENTAR! SE CONTINUAR ASSIM VOU DIZER QUE SOU DO "PARANÁ" E OMITIR A CIDADE DE ORIGEM!!!

Começa Fetacam 2009
O espetáculo “Ainda é Cedo Amor” da Cia Arte Irreversível de Florianópolis (SC) será o primeiro concorrente do 9° Festival de Teatro de Campo Mourão – FETACAM, que começa nesta sexta-feira (25/09), em Campo Mourão. O evento segue até 02 de outubro no Teatro Municipal, com ingressos a R$ 3,00. Participam grupos de vários estados brasileiros, e artistas e técnicos da categoria adulto disputam premiação nas categorias: ator coadjuvante e atriz coadjuvante; ator e atriz; texto original; cenário; maquilagem; sonoplastia original; sonoplastia pesquisada; iluminação; figurino; diretor; e espetáculo. O Festival é realizado pela Secretaria de Cultura de Campo Mourão, através da Coordenação de Ação Teatral-CAT, com apoio do Governo Estadual, através da Secretaria de Cultura, Viapar e Cristófoli Biossegurança.

O espetáculo de estréia.
“Ainda é Amor”, é do grupo Cia de Arte Irreversível de Florianópolis – SC e conta a história de um casal que acorda assustado no meio da noite e não consegue mais dormir, enquanto pensam no que fazer para passar o tempo, coisas estranhas começam a acontecer. O espetáculo é desaconselhável para menores de 14 anos.
Já no dia 26/09 (sábado) a peça será “Cidade das Donzelas” do grupo Troupp Pás D´argent do Rio de Janeiro – RJ, um espetáculo que traz a história de Carolino, que sem lenço, documento ou certidão, chega na Cidade das Donzelas tentando desvendar um mistério que ninguém nunca ousou investigar.
Os ingressos custam apenas R$ 3,00 e podem ser retirados na Casa da Cultura. Grupos organizados, escolas e agremiações têm plano especial, maiores informações no (44) 3523-7889 ou no blog: http://fundacam.blogspot.com.

Oficinas de Iniciação Teatral
De 29 de setembro a 02 de outubro de 2009, o Fetacam vai oferecer duas oficinas, gratuitamente para técnicos e artistas, das 15 ás 18 horas, com Paulo Afonso Castro, de Curitiba, que vai atuar com Iniciação Teatral, na sala de ensaios da Cultura Popular da Casa da Cultura, e com Ed Ederson de São Paulo, que vai ministrar “O Ator e o avesso do Verso-Teatro Físico, no auditório Aracyldo Marques.
No dia 30 de setembro de 2009 - (quarta) tem Workshop: Teatro Popular, que Bicho é Este? Com Márcio Pisseti, no auditório Aracyldo Marques da Casa da Cultura, das 9h às 12h.

Informações: CAT- 3523 7889 – Francisco Pinheiro - (diretor)
- 3523 9439 – Sonia Singer (Secretária de Cultura)

EM FOZ PONTO DE CULTURA FUNCIONA E É RECONHECIDO PELO MINISTÉRIO!!!


Ministério da Cultura visita Casa do Teatro


Entender a cultura como necessidade básica, identificar e criar condições para que os protagonistas dos fazeres artísticos e culturais se tornem o centro da política cultural brasileira. Com essa meta, o Ministério da Cultura (MinC) lançou o Programa Cultura Viva – Pontos de Cultura, em meados de 2005, beneficiando cerca de mil iniciativas e experiências desenvolvidas pela sociedade civil, número que deverá ser duplicado, já nos próximos anos, quando serão formalizados novos convênios.

Em Foz do Iguaçu, a Casa do Teatro é um Ponto de Cultura, contemplada pela iniciativa do Governo Federal, após ter sido escolhida através de edital de seleção pública nacional, onde foram inscritos mais de 700 projetos de todo o país, no ano de 2005.

Um pouco do trabalho realizado pela entidade iguaçuense foi apresentado à representante do MinC, Patrícia Del Claro, que visitou a instituição neste dia 18. A consultora integra a equipe que está percorrendo os Pontos de Cultura de toda a região sul do país, através da parceria entre a Coordenação de Gestão da Secretaria de Cidadania Cultural do MinC e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O objetivo é acompanhar e registrar a gestão administrativa e o desenvolvimento das atividades culturais em cada instituição conveniada, além de auxiliar em eventuais dificuldades ou necessidades por parte dos pontos.

Na Casa do Teatro, a consultora tomou contato com as atividades desenvolvidas, conheceu e conversou com a equipe, verificou as condições dos equipamentos adquiridos com recursos do programa, além de registrar uma avaliação mais geral sobre o Programa Cultura Viva. A representante de MinC/Pnud pôde entender, ainda, a metodologia e o modo de atuação das atividades da Casa do Teatro, especialmente, na utilização transversal das áreas de arte, cultura e educação.

O trabalho ainda é inicial. “Estamos fazendo as primeiras visitas às conveniadas, atividade que irá durar até dezembro deste ano. Feito isso, vamos sistematizar os dados, reunindo todo esse levantamento que está sendo coletado junto aos Pontos de Cultura”, afirmou Patrícia Del Claro, lembrando também a intenção do MinC, com esse roteiro de visitas, de manter uma aproximação cada vez maior com os produtores culturais.

Para a coordenadora da Casa do Teatro, Arinha Rocha, a presença da representante do Ministério da Cultura foi importante não apenas como forma de prestar contas, mas, sobretudo, no sentido de trocar experiências e manter o contato entre organismos que são parceiros. “Muitas vezes, ficamos isolados, com poucos meios para discutir e avaliar se o trabalho realizado está num caminho correto, se contempla todas as necessidades. Encontros como esse que tivemos nos deixam mais tranqüilos, são momentos esclarecedores e nos deixam felizes, por saber que estamos seguindo por um bom caminho”, empolga-se Rocha.

Em Foz do Iguaçu, a representante do Ministério da Cultura também participou do Ciclo Paranaense de Cultura Digital, realizado pelo Pontão de Culutra Kuai Tema, sediado na capital paranaense.

ATENÇÃO CREDORES DO FESTIVAL DE MÚSICA DE CASCAVEL!!!


Foi confirmado nesse instante por telefone pela Secretária de Estado da Cultura, professora Vera Mussi (foto com o blogueiro), que o recurso de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), referente a participação do Governo do Estado no XX Festival de Música de Cascavel, definitivamente não será repassado para a AMO - Associação dos Músicos do Oeste - que juntamente com a Secretaria Municipal da Cultura gerenciavam o Festival.

Vera Mussi, também avisa que informou o fato pessoalmente à Secretária Municipal da Cultura de Cascavel Judete Bilibio, para que a mesma tome as providências cabíveis e resolva de maneira local o pagamento de fornecedores e professores do Festival.

Portanto atenção: Restaurantes que serviram refeições, Hotéis que hospedaram participantes, Agências de viagens que forneceram passagens, Professores que ministraram aulas e outros credores: "VOCÊS FICARAM A VER NÁVIOS. PARA RECEBER AGORA SÓ NA JUSTIÇA". Pois despesa já feita sem empenho não há forma de pagar.

JÁ QUE ACABARAM COM O CORO SINFÔNICO DE CASCAVEL, VAMOS PRA CURITIBA!!!


Coro da Camerata Antiqua recebe maestro francês

Depois de turnê vitoriosa na Itália, no último mês de junho, o Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, grupo mantido pela Prefeitura Municipal, apresenta neste fim de semana um concerto sob a regência do maestro francês Martin Gester. No repertório estão os “Salmi Concertati”, do compositor italiano Giovanni Battista Bassani (1657 – 1716). As sessões acontecem às 20h de sexta-feira (25), na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, e às 18h30 de sábado (26), na Capela Santa Maria, dentro da temporada 2009 de espetáculos do grupo, sob o patrocínio da Volvo.
Citado pela imprensa européia entre os dez melhores coros do mundo, o Coro da Camerata Antiqua confirma seu potencial neste concerto, ao interpretar uma das maiores obras de Bassani, datada de 1699. Saudado naquela época como trabalho refinado, no qual não há extravagâncias na harmonia, os “Salmi Concertati” foram escritos na tradição das Vésperas barrocas. Na sucessão de cinco Salmos, criados para um conjunto máximo de cinco vozes e participação de violinos e órgão, a obra de Bassani ganha vida a partir do jogo de combinações vocais e instrumentais.
A escolha do repertório evidencia o trabalho de pesquisa do maestro Martin Gester. Nascido na França, estudou música no Conservatório de Strasbourg e literatura na Universidade de Strasbourg, antes de se interessar por canto e polifonia, e depois órgão e cravo. Após gravar seu primeiro disco, devotado aos trabalhos com órgão de Johann Sebastian Bach, Martin Gester escolheu dividir o seu tempo entre pesquisa, interpretação no cravo e órgão, regência (cantores e grupos) e dar aulas, com um interesse particular nos repertórios dos séculos XVII e XVIII.
Fundador do grupo “Le Parlement de Musique”, em 1990, Martin Gester continuou atuando como maestro, com apresentações na maioria dos países da Europa, América e Ásia. No total, como solista e como maestro, gravou 40 discos, recebendo diversos prêmios. Em suas interpretações, gosta de explorar os relacionamentos que existem entre música e gesto, dança, drama, declamação e tradição oral, na procura por um estilo que combine requinte e qualidades dramáticas. Martin Gester é chefe do departamento de Música Antiga no Conservatório de Strasbourg e também ensina regularmente em academias e instituições da Alemanha, México e Estados Unidos. Em 2001, o músico tornou-se Cavaleiro das Artes e Letras pelo Ministério de Cultura da França.

Serviço:
Apresentações do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência do maestro convidado Martin Gester, dentro da temporada 2009 de espetáculos patrocinados pela Volvo. Programa: “Salmi Concertati”, do compositor italiano Giovanni Battista Bassani.
Data e horário: 25 de setembro de 2009 (sexta-feira), às 20h
Local: Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Av. Nossa Senhora Aparecida, 1.637 – Seminário – telefone: 41 - 3274-3477)
Entrada franca

Data e horário: 26 de setembro de 2009 (sábado), às 18h30
Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)
Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 mais um quilo de alimento não perecível (promoção não cumulativa).

VAZIO - FESTIVAL DE CINEMA SENTE A FALTA DE PÚBLICO!!!


Com esta manchete estampada na capa do Jornal Hoje de hoje (24/09), comprova o que estamos falando desde o inicio desta gestão no setor cultural de Cascavel, perceptível não mais apenas nos meandros do setor artístico, mas também repercutido e sentido por toda população.

Pessoas com pouca afinidade ao setor, falta de entusiasmo, pouco comprometimento e principalmente uma preocupação exacerbada em tentar denegrir e desfazer o que foi construído pelos administradores culturais da gestão anterior.

Noticiamos aqui a falta de divulgação dos eventos feitos pela Secretaria da Cultura, a desativação do Portal Cultural ferramenta importante para se divulgar através da internete, a pouca atenção aos Festivais - perderam o dinheiro do de Música e cancelaram o de Dança - e a propagação de eventos em cima da hora sem nenhum tipo de produção ex.: Elton John Cover, Sexo, etc... e tal, Dom, entre outros.

Já comentei em outras postagens e volto a fazê-lo. A cultura em Cascavel caminha a passos largos para o abismo do esquecimento, está virando motivo de chacota para cidades menores como Toledo, Campo Mourão, Paranavaí, Pato Branco, Umuarama e Guarapuava.

Nos bastidores há de se notar o "fogo-amigo" que cerca o cargo da Secretária Judete Bilibio, deixam o "pau" correr solto no setor cultural, não existe defesa oficial da Secretária ou da própria administração no setor, leia-se a manchete de capa do "Hoje". Comentário que cerceia a politica oculta, reza que a entrada de Mário Pereira e um forte grupo de ex-peemedebistas no PDT, têm como principal acerto a ocupação de duas secretarias. Uma já está ocupada (Obras-Paulo Gorski), a segunda seria ocupada no final do ano com o retorno de Luiz Ernesto Meyer Pereira.

Comentários internos na Secretaria da Cultura, dão conta que devido o mal assessoramento da Secretária Judete Bilibio, ela não conseguirá ver os "fogos de artíficio" ocupando o cargo na virada do ano.

A VOLTA DA LENDA DAS CATARATAS!!!


Balé Teatro Guaíra apresenta espetáculo sobre Cataratas

Esta versão de "Lendas das Cataratas do Iguaçu" é baseada na nova partitura musical do compositor Jaime Zenamon, criada especialmente para a dança

O Balé Teatro Guaíra comemora 40 anos de criação apresentando ao público uma nova versão sobre a lenda das Cataratas do Rio Iguaçu, uma das mais belas atrações turísticas do Brasil.

O espetáculo será apresentado no Guairão nesta sexta, dia 25 e no sábado, 26 às 20h30 com ingressos a R$ 5 e no domingo, 27 às 18h (Teatro para o Povo) com entrada franca.

A coreografia é assinada pelo paulista Rui Moreira. É uma remontagem da primeira versão da obra do coreógrafo português Carlos Trincheiras, já falecido e apresentada em 1987.

Esta versão de "Lendas das Cataratas do Iguaçu" é baseada na nova partitura musical do compositor Jaime Zenamon, criada especialmente para a dança. Para o trabalho anterior também foi utilizada a sua música.

A coreografia mostra um pouco da história das raízes do povo brasileiro, os costumes e as crenças dos índios Caingangues (ou ainda kaingang, kanhgág), povos do Brasil meridional, e que hoje estão quase extintos.

A lenda fala sobre o surgimento das quedas do Rio Iguaçu, que antes deslizava livre, sem corredeiras e sem cataratas. Os índios Caingangues, que habitavam em suas margens acreditavam que o mundo era governado por MBoi, um deus que tinha a forma de serpente e era filho de Tupã.

Os índios tinham o costume de consagrar a jovem mais bonita da tribo ao deus-serpente. Naipi, filha do cacique Igobi, foi escolhida. Mas um forte guerreiro chamado Tarobá se apaixonou por ela e um certo dia após anunciada a festa de consagração, enquanto os índios festejavam, Tarobá raptou a formosa Naipi fugindo com ela rio abaixo numa canoa.

Quando MBoi ficou sabendo se enfureceu e se escondeu embaixo da terra. Isso fez com que a terra rachasse e naquele ponto se abriu uma extensa e terrível catarata. Na queda de 80 metros de altura, os corpos dos dois amantes desapareceram para sempre.

Naipi foi transformada numa das grandes rochas centrais das cachoeiras. Tarobá virou uma árvore em uma das gargantas do rio. Ambos permanecem ali, Tarobá condenado a contemplar eternamente sua amada sem poder tocá-la. E bem debaixo do seu pé encontra-se a entrada da gruta onde o vingativo deus espreita para sempre os dois amantes.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A CESÁR O QUE É DE CÉSAR!!!


LEIO E ACHO ÓTIMO QUE OS NOVOS ADMINISTRADORES DA FUNDAÇÃO CULTURAL DE UMUARAMA, ESTEJAM PREOCUPADOS EM "REVITALIZAR" O CENTRO CULTURAL SCHUBERT. ENTRETANTO NÃO PODEMOS ESQUECER QUE DURANTE SUA PASSAGEM NA ADMINISTRAÇÃO DESTE ESPAÇO O DIRETOR E ATOR TEATRAL LUIZ VARINI, DEU UMA IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO A ESSE ESPAÇO VIABILIZANDO (VIA MINISTÉRIO DA CULTURA), O EQUIPAMENTO DE LUZ E SOM QUE O ESPAÇO NECESSITAVA. PARABÉNS AO ESPÍRITO DE VARINI. COMO TAMBÉM DEVEM ESTAR DE PARABÉNS THAIS E SEBASTIÃO, POR SE PREOCUPAREM COM O ESPAÇO. A ÚNICA PESSOA QUE DEVE SER CRITICADA NESTE PROCESSO É O "CASCAVELENSE DESCUÍDADO" QUE AO PRESTAR SERVIÇO NO CENTRO CULTURAL SCHUBERT ANDOU SE 'DESCUÍDANDO' E LEVOU MATERIAL QUE NÃO LHE PERTENCIA.

ABAIXO MATÉRIA NA INTEGRA DOS CUIDADOS COM O CENTRO CULTURAL SCHUBERT

Melhorias no Centro Cultural Schubert

Antiga reivindicação, a troca do carpete...
Próxima O Centro Cultural Schubert está com um ar diferente. Diversas melhorias estão sendo promovidas pela Fundação Cultural em prol da revitalização dos diversos espaços do complexo, inaugurado em 1988. Nos últimos anos, as instalações não receberam a conservação adequada e as condições gerais eram precárias no início de 2009. Um bom exemplo dos esforços para recuperar o local é a troca completa do carpete do teatro - reivindicação antiga da população - investimento superior a R$ 13 mil.
Diversas salas receberam pintura nova, beneficiando diretamente os alunos dos cursos ministrados (pintura, bateria, teclado, violão e outros). Na sala em que são ministradas as aulas de ballet, foram instalados espelhos novos. Pinturas também melhoraram o aspecto das imediações do palco, dos camarins e da sala de reuniões.
Um espaço importante na concepção do projeto original e particularmente vitimado pelo abandono e mesmo vandalismo, o jardim de inverno foi renovado. "As mudanças são necessárias e algumas eram mesmo inadiáveis", explica o prefeito Moacir Silva.
Por fim, através de doações de editoras, o acervo da biblioteca municipal Rocha Pombo recebeu recentemente 110 livros e kits de brinquedos pedagógicos. Um dos destaques fica por conta da coleção do best-seller Paulo Coelho, contendo títulos como O Demônio e a Srta. Prym (2000), Veronika decide morrer (1998), O Monte Cinco (1996), Na margem do rio Piedra eu sentei e chorei (1994), As Valkírias (1992), Brida (1990), O Alquimista (1988) e o mais recente, O Vencedor Está Só, lançado no ano passado.

RECITAL ABRE A PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO DO MUSEU PARANAENSE!!!


Aniversário do Museu Paranaense


Recital de música de câmara inaugura programação comemorativa


Música, palestra e exposição fazem parte das comemorações do 133º aniversário do Museu Paranaense (R. Kellers, 289). A celebração começa nesta quarta-feira, dia 23, às 18h30, com o recital de música de câmara Piano&nCanto – que também faz parte do programa “Música nos Museus”. Na sexta-feira, dia 25 (dia oficial do aniversário), a programação tem seqüência com a abertura da exposição O Encantamento Primaveril nas Obras dos Irmãos Kozák, com 20 aquarelas e pinturas com os temas florais e da Serra do Mar. No mesmo dia, às 19 horas, acontece a palestra "Museus e Patrimônio cultural", que será proferida pelo Dr. Lineu Bley. No sábado, dia 26, às 15 horas, acontece a projeção do documentário sobre a Serra do Mar filmado em 1940 por Vladimir Kozák. A entrada é franca para todos os eventos.

O programa Música nos Museus deste mês celebra o aniversário do Museu Paranaense com um recital de piano e voz, que recebe o tenor Cristhyan Segala e a pianista Reneè Rebello para um espetáculo que contará com peças clássicas da música erudita de mestres como Vivaldi e Schubert, abordando diferentes períodos da história da Música.

Cristhyan Segala, tenor lírico leggero curitibano, desenvolve desde 2001 diversos trabalhos como solista nos corais em que participa. Em 2006, como solista, realizou concertos pelo Sul da França executando peças eruditas francesas e coloniais brasileiras e, em 2007, realizou concertos de música brasileira erudita no Chile (Santiago e Patagônia). Ganhador do 3º Concurso Petrobrás “Jovens Cameristas” em Londrina (Paraná).

Pianista Reneè Rebello, nascida em São Paulo, em 2000 formou-se Bacharel em piano na Escola de Música e Belas Artes do Paraná sob a orientação de Olga Kioun. De 2004 a 2006 atuou como regente e pianista do Coro da UTFPR (antigo Cefet/PR). Atualmente é Professora de Piano na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) e Laudate Centro de Música. Em julho de 2008, foi vencedora do 3o Concurso Jovens Cameristas da Petrobrás em Londrina (PR).

O programa Música nos Museus é um projeto da Secretaria de Estado da Cultura que mensalmente apresenta uma atração musical do Paraná em seus espaços de exposição. A idéia é contemplar todos os gêneros musicais buscando como critério principal a qualidade dos instrumentistas paranaenses. Para a secretária de cultura Vera Mussi, essa é uma oportunidade de reunir num só espaço música e arte. "O programa Música nos Museus quer trabalhar a excelência dos instrumentistas do nosso estado em espaços não-convencionais para espetáculos musicais. Assim podemos aproximar o público dessas duas linguagens artísticas numa ação de integração cultural", finaliza.

FOZ DO IGUAÇÚ CONTINUA COMEMORANDO O ANO DA FRANÇA NO BRASIL!!!


Sarau Literário: Clarice Lispector & Arthur Rimbaud

[Leituras dramaticas de poemas dos autores e pate papo literário conduzido por Roberto Medina]


26 de setembro, sábado
19h, Soho Lounge Café, rua Rui Barbosa, entre Brasil e Alm. Barroso

Prof. Dr. Ildo Carbonera autografa ?234 posições pós-modernas?


CLARICE LISPECTOR (1920-1977)

Contista, cronista e romancista

Em dezembro de 1943, publicou seu primeiro romance, Perto do coração selvagem. Escrito quando tinha 19 anos, o livro apresenta Joana como protagonista, a qual narra sua história em dois planos: a infância e o início da vida adulta. A literatura brasileira era nesta altura dominada por uma tendência essencialmente regionalista, com personagens contando as dificuldades da realidade social do país na época. Clarice Lispector surpreendeu a crítica com seu romance, seja pela problemática de caráter existencial, completamente inovadora, seja pelo estilo solto, elíptico e fragmentário. Este estilo de escrita se tornou marca característica da autora, como pode ser observado em seus trabalhos subsequentes.

Na época da publicação, muitos associaram o seu estilo literário introspectivo a Virginia Woolf ou James Joyce, embora ela afirme não ter lido nenhum destes autores antes de ter escrito seu romance inaugural. A epígrafe de Joyce e o título, inspirado em citação do livro de Joyce Retrato do Artista quando Jovem, foram sugeridos por Lúcio Cardoso após o livro ter sido escrito. Perto do coração selvagem ganhou o prêmio da Fundação Graça Aranha de melhor romance de estréia, em outubro de 1944.A obra de Clarice ultrapassa qualquer tentativa de classificação. A escritora e filósofa francesa Hélène Cixous vai ao ponto de dizer que há uma literatura brasileira A.C. (Antes da Clarice) e D.C. (Depois da Clarice).

"Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada." (Clarice Lispector)

ARTHUR RIMBAUD (1854-1891)

Poeta francês .

Considerado pós-romântico e precursor do surrealismo, é uma das maiores influências da poesia moderna. Jean Nicolas Arthur Rimbaud nasce em Charleville e revela vocação para os versos ainda no colégio. Foge de casa diversas vezes durante a adolescência. Muda-se para Paris aos 17 anos, financiado pelo poeta Paul Verlaine, a quem enviara seu Soneto das Vogais (1871). Um ano depois, Verlaine deixa a família para viver com Rimbaud em Londres. A tempestuosa relação amorosa entre os dois termina quando Rimbaud é ferido por Verlaine com um tiro no pulso.


Uma Estação no Inferno (1873) e Iluminações (1886) revelam uma consciência estética nova, uma linguagem libertária, a idéia de que a poesia nasce de uma alquimia do verbo e dos sentidos. Quando termina Iluminações, aos 20 anos, desiste da literatura e retoma a vida errante que o caracterizara na adolescência. Comercializa peles e café na Etiópia, alista-se no Exército colonial holandês, para desertar logo depois, trafica armas em Ogaden, vai para o Chipre e para Alexandria. Em 1891 tem a perna amputada, em decorrência de um câncer no joelho. Morre em Marselha, depois de demorada agonia.


?O poeta faz-se vidente através de um longo, imenso e sensato desregramento de todos os sentidos.? (Arthur Rimbaud)


Chancela do L?Année de La France au Brésil,
Gabinete do Ver. Nilton Bobato,
Angi Net, Companhia de Teatro Amadeus e Miró Produções.


Associação de Cultura Franco-Brasileira de Foz do Iguaçu.

FESTIVAL DE CINEMA DO RIO COMEÇA AMANHÃ!!!


Festival do Rio 2009
A edição 2009 do Festival do Rio estará em toda a cidade de 24 de setembro a 8 de outubro.

O Festival do Rio é o maior festival de cinema do Brasil e da América Latina, com atenção e cobertura massivas da mídia. A cada ano, as principais produções dos festivais de Cannes, Sundance, Veneza e Berlim são apresentados ao público brasileiro durante o evento. Filmes inéditos no Brasil, com premieres internacionais, latino-americanas e nacionais, que confirmam a importância do Festival do Rio como porta de entrada para o cinema na América Latina e a maior vitrine para o cinema independente no Brasil.

O púbico verá mais de 300 longas e curtas metragens, vindos de mais de 60 países, nas mostras Premiere Brasil, Panorama Mundial, Expectativa, Limites e Fronteiras, Mostra Geração, Dox, Midnight Movies,, Mundo Gay e Pocket Films, entre outras.

No ano da França no Brasil, o Festival do Rio tem a honra de abrir os braços a cinematografia do país – representado todos os anos no evento – apresentando ao público uma grande homenagem ao canal de televisão ARTE e acolhendo a grande dama do cinema mundial, Jeanne Moreau, convidada de honra. São mais de 90 filmes espalhados pelo festival, estreitando ainda mais uma amizade já consolidada.

A Premiere Brasil, coração do Festival do Rio, traz ao público e ao mercado internacional cerca de 60 filmes brasileiros inéditos, em sua grande maioria em premiere mundial.

O Festival do Rio consolida também sua posição como plataforma de encontros de negócios para toda a área do audiovisual. Durante duas semanas, seminários, mesas redondas e encontros de projetos nas áreas de distribuição, co-produção e tecnologia enchem as salas do RioMarket, no pavilhão do Festival do Rio. Os principais executivos da indústria vem ao Rio durante o evento, para encontrar novos parceiros de negócios e estabelecer co-produções com o cinema brasileiro. Além disso, tem a chance de fazer "networking" e conhecer mais de perto o Brasil, o 9o. mercado audiovisual mundial.

No Pavilhão do Festival, realiza-se também o Cine Encontro, discussões do público com os diretores e atores da Premiere Brasil. O púbico terá ainda a chance de participar de outros debates sobre o mercado cinematográfico e ter acesso gratuito ao lounge de games baseados em grandes filmes.

A Prefeitura do Rio de Janeiro, em 2009, volta a se juntar aos grandes patrocinadores do Festival do Rio, juntamente com a Petrobras e a Oi.

O Festival do Rio em 2009 leva ainda, a mais de 20 novos locais de exibição, uma programação especial e gratuita para todos os públicos. Na parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, o Festival se estende por toda a cidade, em praças, comunidades e auditórios, abraçando o Rio de Janeiro em um clima de cinema.

Serão 15 dias de momentos mágicos!

CASCAVEL NA CONTRA-MÃO DAS GRANDES CIDADES DO PR!!!


Guarda Municipal de Londrina é aprovada em 1ª discussão

Câmara volta a discutir proposta do Executivo na quinta-feira. Emendas sugerem aumento de 200 para 600 guardas no efetivo e cota de 20% para mulheres


Por 14 votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção, a Câmara de Vereadores de Londrina aprovou em primeiro turno o Projeto de Lei 279/09, que institui a Secretaria Municipal de Defesa Social e cria a Guarda Municipal. À proposta, foram incluídas quatro emendas discutidas na noite desta terça-feira (22) pelos vereadores.

O projeto segue agora para ser votado em segundo turno na quinta-feira (24). Não votaram os vereadores Jairo Tamura (PSB), em viagem; e Paulo Arildo, afastado.

A discussão acerca da criação da guarda começou por volta das 20h, e a sessão só foi encerrada quando se passavam das 23h. Durante a argumentação, a bancada do PT se mostrou contrária ao projeto. "É um engodo à população. Não diminuiram os indices de criminalidade nos municípios", disse Jacks Dias. Já Eloir Valença alertava para a possível redução do envio de verbas para segurança pública por parte do governo estadual.

Entre as sugestões, o vereador Marcelo Belinati (PP) apresentou duas emendas. A primeira delas tratava do aumento de efetivo, passando dos 200 guardas sugeridos pela prefeitura para 600. Segundo o vereador, o número é calculado de forma proporcional aos 1,4 mil guardas utilizados pela prefeitura de Curitiba e os habitantes de Londrina e da capital. A outra emenda reservava 20% das vagas do concurso público para mulheres.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

A VIDA COMO ELA É!!! SEGUNDO EDSON BUENO.


ESPETÁCULO DO MEU CARÍSSIMO AMIGO E FANTÁSTICO DIRETOR TEATRAL EDSON BUENO, ESTREOU DIA 16 (ESTAVA EM CARTAZ NO NORTE DO PR), E NÃO PUDE NOTICIAR. DE QUALQUER FORMA AÍ VAI UMA BREVE ANÁLISE E COMENTÁRIO DA OBRA DE NELSON, FEITA POR EDSON.

Ainda a propósito da estreia (hoje) de A VIDA COMO ELA É NELSON RODRIGUES, no MiniAuditório do Teatro Guaíra. Quando eu começava meus passos no mundo do teatro, um diretor, amigo querido, já falecido, me disse: “Interpretar é dar uma opinião!” Concordo, embora hoje eu ache que essa é apenas uma face do caleidoscópio que é um trabalho de interpretação. Assim como se pode dizer que escrever ou dirigir é também uma opinião. Num artigo publicado em “O Globo”, em 1968, o velho Nelson Rodrigues dá a sua pincelada sobre o assunto. Pra não dizer que dá a sua opinião:

“... com as técnicas modernas de promoção, o homem cada vez pensa menos. É o jornal, é o radio, é a televisão, é o anúncio, é o partido que pensa por nós. Nos “achamos” o que os outros “acham”. A “opinião” deixou de ser um ato pessoal, uma posição solitária, um gesto de orgulho e desafio. Há sujeitos que nascem, envelhecem e morrem sem ter jamais ousado um raciocínio próprio. Há toda uma massa de frases feitas, de sentimentos feitos, de ódios feitos. Ainda outro dia ouvi um sujeito falar sobre a França. Inflexionava como as manchetes.

O sujeito que opina por conta própria, simplesmente opina por conta própria, tem algo de suicida. Em verdade, ele se compromete ao infinito...

Eis o que importa ressaltar: - uma opinião, mesmo repetida, significa um risco pessoal e patético. Sem querer, o sujeito pode por em jogo a própria salvação.”

GASTRONOMIA TAMBÉM É CULTURA!!! ENTÃO NÃO É EM CASCAVEL!!!


O 1º Festival Gastronômico e Cultural de Foz do Iguaçu irá acontecer entre os dias 25 e 27 de setembro, das 11h às 22h no Centro de Artesanato da cidade. O evento faz parte das comemorações da Semana Mundial do Turismo, de 21 a 27 deste mês.
O Festival Gastronômico conta com a participação das cidades da região às margem do Lago de Itaipu: Entre Rios do Oeste, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Missal, Pato Bragado, Santa Helena, Santa Terezinha de Itaipu, Puerto Iguazu e Ciudad Del Este.
O comitê organizador do Festival é formado pelo Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Instituto de Turismo e Eventos Caminhos do Turismo integrado ao Lago de Itaipu e pelo SEBRAE PR, com apoio do Fórum de Turismo Sustentável Cataratas & Caminhos.
O evento é aberto ao público e a população poderá desfrutar de pratos típicos vendidos a preços populares. As opções são variadas como Eisbein (joelho de porco), bisteca suína ao molho de castanha, frango assado desossado, costelão fogo de chão, costela no disco, tilápia tarobá, picadas de fiambres argentinos e empanadas argentinas. Haverá feira de produtos coloniais produzidos na região.
O público também pode conferir um pouco mais das danças, músicas e costumes de diferentes etnias, como a alemã, italiana, argentina e paraguaia. Todos os grupos vão estar vestidos com trajes típicos que dará um brilho a esta programação. Nos dias 25 e 26, o Festival Gastronômico vai das 11 às 22 horas e no domingo, dia 27, das 11 às 21 horas.
A abertura do Festival Gastronômico e Cultural será realizado no dia 25 as 10 horas no Centro de Artesanato, onde contará com a presença da imprensa, convidados e autoridades.
O Centro de Artesanato fica na avenida das Cataratas, Jardim Bourbon.

EM MARINGÁ A CULTURA FUNCIONA! QUE INVEJA!!!


Secretaria de Cultura divulga programação da Lei de Incentivo

No Teatro Calil Haddad, a exposição de artesanato "Arte Popular em suas mãos", prossegue até o dia 30, com obras de artistas locais
Durante o mês de setembro estão sendo realizadas diversas atividades culturais financiadas pela Lei de Incentivo à Cultura em Maringá. São exposições e apresentações com entrada franca para toda a população.
No Teatro Calil Haddad, a exposição de artesanato "Arte Popular em suas mãos", prossegue até o dia 30, com obras de artistas locais.
A exposição do Projeto "Arte e Inclusão", com peças elaboradas em oficinas de inclusão social, está montada no Shopping Maringá Park até o dia 2 de outubro e pode ser visitada nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas.
Até o dia 30 de setembro também está aberta a visitação ao Sítio Kimura - Projeto "Arqueologia e História", na Escola Municipal Lázara Ribeiro Vilela, que fica no distrito de Floriano.
A programação também inclui outra exposição no Teatro Calil Haddad, que terá início no dia 28 de setembro e peças de teatro nas bibliotecas municipais, de 28 a 30 de setembro.

Programação
De 16 a 30 de setembro
Exposição de arte popular - Projeto "Arte Popular em suas mãos"
Local: Sala de Exposição do Teatro Calil Haddad
Contato: Joseane 8402-3636
De 16 de setembro a 2 de outubro
Exposição do Projeto "Arte e Inclusão"
Exposição das peças elaboradas nas oficinas
Local: Shopping Maringá Park
Horário: nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas
De 21 a 30 de setembro
Visitação da Escola Lazara Vilela - Projeto "Arqueologia e História no Sítio Kimura"
Local: Sítio Kimura - distrito de Floriano
Contato: Rosangela 3224-1752
Dia 27 de setembro
Espetáculo: Andarilho de Cordel - Projeto "Arte nos Bairros"
Local: Teatro Barracão
Horário: 16h30
Contato: Iara Ribeiro 9116-2498
Dia 28 de setembro
Abertura da Exposição do projeto "AS ILHAS" - Lei Incentivo à Cultura
Obras de Cristina Agostinho e Paolo Ridolfi
Local: Sala de Exposição do Teatro Calil Haddad
Horário: 20 horas
Contato: Cris Agostinho 9961-9253
Apresentação de teatro de bonecos - Projeto "A História que sai do livro"
Local: Biblioteca Municipal Bento Munhoz da Rocha Neto
Av. XV de novembro, 714
Horário: 14h30
Contato: Sandro Maranho 9113-0557
Dia 29 de setembro
Apresentação de teatro de bonecos - Projeto "A história que sai do livro"
Local: Biblioteca Municipal Bento Munhoz da Rocha Neto (Central)
Horário: 10 horas e 14h30
Contato: 9113-0557 - Sandro Maranho
Dia 30 de setembro
Apresentação de teatro de bonecos - Projeto "A história que sai do livro"
Local: Biblioteca Municipal Prof. Maria Aparecida Cunha Soares (Parque das Palmeiras)
Horário: 14h30

CAMPO MOURÃO: RECONHECIMENTO NACIONAL NO SETOR CULTURAL!!!


Investindo atualmente 1,5% do orçamento Campo Mourão é o município
que mais investe no setor cultural no estado do Paraná e o terceiro em
nível de Brasil, perdendo apenas para Santos-SP e Caxias do Sul-RS. Os
dados foram apontados pelo Ministério da Cultura, através da
Secretaria de Políticas Culturais e IPEA – Instituto de Pesquisa
Econômica Aplicada, órgão ligado ao IBGE – Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística, revelando que Campo Mourão obteve índices
relevantes em uma pesquisa feita em nível nacional, sobre Índice de
Gestão Municipal Cultural.
O destaque de Campo Mourão no setor cultural considera o grande número
de eventos e ações, bem como a qualidade dos trabalhos, participação
popular, abrangência de população e estrutura física, com escolas em
diversas áreas e principalmente os investimentos feitos pelo município
no setor e apoio as manifestações culturais.
Através do Subíndice de Fortalecimento Institucional

MAIS BAIXAS NO CORAL MUNICIPAL!!!


O anti-ético regente do coral municipal Jocimar Silva, continua computando baixas no seu "acanhado" coral. Depois de acusar esse blog de mentir sobre o que estava acontecendo dentro daquela vertente artística, acumulou durante a semana passada o abandono de mais alguns coralisttas que procuraram este blog para expressar o sentimento de indignação com o regente.

A pedido não direi nomes, entretanto questionei se a representante da Secretaria da Cultura e coralista Giordana Lube, concordava com o que estava acontecendo??? E o coralista disse que Giordana não concordava, porém não iria se expor de maneira contrária ao senhor Jocimar.

Giordana se torna omissa na questão do Coral Municipal, e de maneira entendível já que Jocimar Silva é apadrinhado de Claudete e Judete, e nesse momento a "omissão" é o melhor caminho para os fracos e sem personalidade, pois é mais fácil ver a "vaca ir para o brejo" e culpar os outros do que a sí mesmo.

Salvo maior engano, hoje "nenhum" solista do Coro Sinfônico criado por Lísias Tomé, faz parte do Coral Municipal. Além de perder os principais cantores o repertório que já teve árias de óperas e música antiga, hoje não passa de canções populares e natalinas.

É uma pena que o que permeia a administrção Edgar Bueno, é o revanchismo, a perseguição, o desmerecimento de outros artistas... enfim a construção de um caminho de destruição a história cultural de Cascavel.

HOLOÍSA PÉRISSÉ EM LONDRINA!!!


Peça hilária com Heloisa Périssé chega a Londrina

Espetáculo 'Advocacia - Segundo os Irmãos Marx' será apresentado no dia 17 de outubro, às 19h30 e às 21h, no Teatro Marista




A comédia com mais de 32 personagens, femininos e masculinos, divididos entre os 5 atores e que conta as hilárias situações vividas por Yasmim Robalo, uma advogada incompetente e corrupta, interpretada pela atriz Heloísa Périssé será apresentada em Londrina no dia 17 de outubro, um sábado, às 19h30 e 21h30, no Teatro Marista.

Especificamente nesta peça eles investem contra a hipocrisia social a partir das vivências de um "famoso" advogado e suas peripécias no trato com juízes, noveaux riches, pretensiosos pedantes, malucos e safados de um modo geral.

Mas nada disso valeria a pena se a peça não fosse engraçada, terrivelmente engraçada. Por meio de 6 esquetes, extraídos basicamente de programas de rádios levados ao ar nos anos de 1932 e 1933, a personagem principal, cercada por toda sorte de incompetentes e preguiçosos, busca alguma maneira de se dar bem na vida, ainda que apelando para estratagemas não lá muito éticos.

Montaigne dizia que o constante bom humor seria o sinal mais evidente da sabedoria. Ghandi falava que, se não tivesse senso de humor, teria se suicidado cedo na vida. E Nietzsche achava que riso era uma invenção humana para poder suportar os tormentos do mundo.

Os Irmãos Marx devem ter levado a sério os ditames de mestres tão notáveis, porque se dedicaram a pô-los constantemente em prática, e com notável sucesso.

Como tais textos são praticamente inéditos, teremos o prazer de sermos os primeiros a divulgar tão nobres ensinamentos entre nós, em uma montagem bem cuidada, com profissionais de renome atuando e assinando iluminação, cenário, figurinos e trilha sonora. É o mínimo que podemos fazer para divulgar a contento a obra dos Irmãos Marx e tornar o mundo ao nosso redor um pouco menos sofrível.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

PROJETO PROTOCOLADO!!!


O vereador Julio César Leme da Silva, acaba de confirmar por telefone que foi protocolado no mês de setembro o Projeto que "incentiva" a classe artística local, isentando de pagamento de taxas na utilização de espaços culturais pertencentes ao munícipio.

Anteriormente o benefício estendia-se apenas aos artistas plásticos e eventos(principalmente de fora), considerados de interesse da Secretaria Municipal da Cultura.

O projeto deverá em breve ir para votação, e esperamos encher o plenário com artistas dos setores de teatro, música, dança e circo e atingir nossa meta.

O movimento iniciado pelos grupos ACPT E LADRI DI CUORI, já conquistou a adesão de setores da música, dança, circo, teatro e cinema, principalmente aqueles que utilizam o espaço do Centro Cultural Gilberto Mayer, esperamos agora angariar a adesão de setores da educação que também utilizam o espaço para atividades culturais que estão em sua grade curricular.

MARINGÁ PROMOVE CONCERTOS DE QUALIDADE COM ENTRADA FRANCA!!!


Concerto com Antonio Meneses foi um dos melhores dos 4 anos de “Convite à Música”


Antonio Meneses e Celina Szrvinsk se apresentaram no "Convite à Música" e reuniram grande público no Teatro Calil Haddad
Com o Calil Haddad lotado, Antonio Meneses e Celina Szrvinsk fizeram um dos melhores concertos dos quatro anos de existência do projeto “Convite à Música”, com entrada gratuita. É o que garante a secretária de Cultura, Flor Duarte. A apresentação foi com base no CD “Soirées Internationales”, que o violoncelista e a pianista gravaram juntos em 2008, reunindo composições de Martinu, Boulanger, Villa-Lobos e Guarnieri.

Flor Duarte assistiu a apresentação acompanhada do prefeito Silvio Barros e da presidente do Provopar, Bernadete Barros. O prefeito agradeceu os parceiros do “Convite à Música” que contribuem desde a primeira edição do projeto, em março de 2005, difundindo a cultura entre a população com a oportunidade de entrada gratuita.
“Tenho que ressaltar a importância do trabalho da Secretaria de Cultura e, em especial, da Flor, a pessoa responsável pelo sucesso do 'Convite à Música'. Também tenho que agradecer a presença do público, que tem se mostrado fiel nas edições do projeto”, afirmou o prefeito.

Antonio Meneses já gravou 22 CDs e 3 DVDs e foi solista de grandes orquestras, como as Filarmônicas de Berlim, Moscou, Nova York, Israel e Buenos Aires e as Sinfônicas de Londres, de São Paulo e de Viena.

Celina Szvinski é professora da Universidade Federal de Minas Gerais e diretora artística da série Concertos Didáticos, um projeto de concertos com grandes nomes da música erudita a preços populares feito há nove anos e o único do Brasil realizado por uma universidade federal.

Para Flor Duarte, é um privilégio dar essa oportunidade para que a população assista diferentes apresentações culturais, gratuitamente. “Oferecemos três apresentações gratuitas semanais, de música, dança e teatro, com entrada franca, para que todos tenham acesso à cultura. Temos orgulho de termos criado esses projetos e de realizarmos e que é de direito da comunidade”, conclui.

FESTIVAL DE MUSICA E POESIA DE PARANAVAÍ!!!


FEMUP - Inscrições encerradas!!!


O 44º FEMUP - Festival de Música e Poesia de Paranavaí e 41º Concurso Literário de Contos, será realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro de 2009. Os inscritos irão pleitear prêmios de R$ 1 mil a R$ 2 mil reais nas categorias música, conto, poesia e declamação.

Realizado em Paranavaí há 43 anos, o Femup, um dos festivais culturais mais tradicionais do Paraná, é uma iniciativa da Fundação Cultural com o apoio daSecretaria de Estado da Cultura. O objetivo do evento é intensificar o intercâmbio artístico entre todas as regiões do Brasil, além de descobrir e valorizar novos talentos. “Para participar, o interessado precisa apenas ser brasileiro, independente de estar no país ou não”, informa o presidente da Fundação Cultural, Paulo Cesar de Oliveira.

NOVA LONDRINA BUSCA SUA BIBLIOTECA CIDADÃ!!!


Construção da Biblioteca Cidadã em Nova Londrina


A Câmara Municipal de Nova Londrina, no dia 19/02/09 realiza a primeira seção do ano. Entre as matérias discutidas esta o Requerimento de Nº 06/09 de grande importãncia para o Município. Trata-se da Construção da biblioteca cidadã. O Prefeito Dornelis junto com o Deputado Teruo Kato,estará buscando recursos para a realização da obra.

O projeto arquitetônico das Bibliotecas Cidadãs é constituído de módulos de forma a poder adaptar-se a diferentes tipos de terrenos e possibilitar ampliações futuras. As construções ficam sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Obras Públicas. O orçamento previsto para cada biblioteca completa (edificação, acervo, equipamento e treinamento de pessoal) é de aproximadamente R$ 272 mil

domingo, 20 de setembro de 2009

ESPETÁCULO GLOBAL TERÁ PRODUÇÃO DA ACPT!!!


CINCO CIDADES DA REGIÃO RECEBERÃO O ESPETÁCULO TEATRAL "OS PÂNDEGOS", PROTAGONIZADO PELA ATRIZ DIG DUTRA ( A ABADIA DA ZORRA TOTAL) E WAGNER TRINDADE (O MENINO GABRIEL, VENCEDOR DO QUADRO "QUEM CHEGA LÁ" DO FAUSTÃO).

AS CIDADES QUE RECEBERÃO A PEÇA: UMUARAMA, CAMPO MOURÃO, TOLEDO, FOZ DO IGUAÇU E PATO BRANCO. TODAS NO MÊS DE OUTUBRO.

PORQUE CASCAVEL NÃO???

DEVIDO A UMA POLITICA DE BOICOTE VELADA DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO EM RELAÇÃO AS ATIVIDADES DA ACPT, NÃO ESTAREMOS REALIZANDO O ESPETÁCULO EM CASCAVEL. ENTRETANTO IREMOS COLOCAR A DISPOSIÇÃO UM SISTEMA "DELIVERY" AOS CASCAVELENSES QUE FREQUENTAM NOSSAS PRODUÇÕES, PARA RECEBER INGRESSOS DO ESPETÁCULO EM QUALQUER UMA DESSAS CIDADES.

AGUARDEM NOVIDADES NO SITE www.acpt.com.br e blog anjos da cultura. TAMBÉM ESTAREMOS MANDANDO INFORMAÇÕES EM NOSSA MALA DIRETA.

OS PÂNDEGOS

A irreverência e o humor são marcas registradas do teatro carioca e tem sido assim ao longo dos anos. Fala-se em crise, cogita-se um afastamento de público, mas, a bem da verdade, quando surge um espetáculo bem feito, o público sempre comparece. Não tem sido diferente nos últimos meses.

Os pândegos - a comédia, sucesso de crítica e público em toda cidade, mostra mais uma vez o gosto carioca pela comédia. Com histórias em que as personagens estão em uma situação limite, o espetáculo apresenta comédia de situações absurdamente humanas e absurdamente insanas. E nada mais humano do que a insanidade. Tecido por esquetes, a narrativa vai em um crescente, mostrando seus personagens e suas diferentes facetas – claro, com muito bom humor.

No palco, Dig Dutra e Wagner Trindade se revezam nos esquetes. O texto também foi escrito por eles. Cada personagem é construído sob medida e a total segurança dos atores permite que brinquem com o texto. Outra prova cabal que há tempos não se vê no teatro carioca: ator e texto. Não é preciso um cenário grandiloqüente se o que importa, dentro do tablado, é a palavra. É o contato com o espectador. Mérito do cenógrafo: Cláudio Bittencourt.

Todas as personagens rendem ao público deliciosos momentos, mas a hipocondríaca "Das Dores" é de fazer cair da poltrona. Somente assistindo para saber, caro leitor. O espetáculo conta ainda com a participação de: Andy Gercker e Cláudio Andrade. A iluminação, por sua vez, é criada por Ricardo França. A trilha sonora é assinada pelo também diretor, Daniel Dias da Silva. Diga-se de passagem, um espetáculo à parte.

A interatividade com a platéia rende bons momentos e chegamos até o final da peça com a sensação de "pena que acabou". Os pândegos têm todos os méritos dos bons espetáculos de comédias, apresentadas no Rio, nos últimos anos – prova, também, da competência do diretor: Daniel Dias da Silva, visivelmente inspirado nas comédias de situações.

Seguindo a linha despretensiosa, o espetáculo tem todos os ingredientes para seguir a carreira de: Cócegas, Surtos e outros bons que passam pelos palcos nos decênios. Em tempos de tragédias e CPI, ir ao teatro e se divertir de maneira inteligente é sempre uma boa opção. Eu, se fosse você, não deixaria de ver.

Ficha técnica:

Texto e interpretação: Dig Dutra e Wagner Trindade
Participação: Andy Gercker e Cláudio Andrade
Direção: Daniel Dias da Silva
Cenário: Cláudio Bittencourt
Iluminação: Ricardo França
Trilha sonora: Daniel Dias da Silva e OS PÂNDEGOS

O MAIS IMPORTANTE EVENTO DE ARTES PLÁSTICAS DO BRASIL NASCEU EM CASCAVEL!!!


OLHA O LUÍZ ERNESTO MEYER PEREIRA NA FITA NOVAMENTE!!!...

DEPOIS DE DESASTROSA PASSAGEM EM CASCAVEL NO ANO DE 2005, QUANDO JUNTAMENTE COM JUDETE BILIBIO, BEATRIZ DALMOLIN, ALEX ROMANINO, SUSAN MARA TURCATEL, NORMA VIDAL, HEBE NEGRÃO E OUTROS MENOS VOTADOS GERARAM O MAIOR ESCÂNDALO CULTURAL DA HISTÓRIA DESSA CIDADE, LUIZ ERNESTO, AGORA APARECE NOS BASTIDORES DE UM BEM SUCEDIDO PROJETO QUE REALIZA A QUINTA EDIÇÃO. INICIADO EM CASCAVEL EM 1993 A "BIENAL VENTOSUL" JÁ É CONSIDERADA UM DOS MAIORES EVENTOS CULTURAIS DO SETOR DAS ARTES PLÁSTICAS.

EM CASCAVEL A SECRETARIA DA CULTURA E A AAPLAC, SEQUER MENCIONAM A PARTICIPAÇÃO DO ARTISTA PLÁSTICO LUIZ CARLOS BRUGNERA NA BIENAL (ALIÁS NÃO DEVEM NEM SABER DO EVENTO), MOSTRANDO QUE HÁ UM TOTAL DESENTENDIMENTO ENTRE A CLASSE ARTÍSTICA E O GOVERNO MUNICIPAL, JÁ QUE JUDETE BILIBIO (SECTÁRIA DE CULTURA), DESTRATOU PÚBLICAMENTE O ARTISTA BRUGNERA.

ABAIXO MATÉRIA COMPLETA SOBRE A BIENAL VENTOSUL.

Obras da Bienal VentoSul transformam Curitiba em museu ao ar livre
A 5ª Bienal Latino-Americana de Artes Visuais, Bienal VentoSul, que acontece em Curitiba, permite que a população tenha acesso à arte contemporânea de diversos países. O evento conta com exposições, intervenções urbanas, programas educacionais, mostra de vídeos, ações performáticas, encontros com críticos de arte, palestras e mesas-redondas de artistas. Toda a programação é gratuita. A Bienal começou em agosto e irá até 11 de outubro. Depois segue para outros estados brasileiros e países da América Latina.

Com o título Água Grande, os mapas alterados, a Bienal discute sobre arte contemporânea e apresenta obras de artistas de 29 países dos cinco continentes, além de contar com a participação de mais de 100 convidados. Os artistas selecionados ocupam diversos museus, além do Centro de Criatividade, Memorial de Curitiba e Solar do Barão. Mas, o que mais chama a atenção dos curitibanos são as intervenções urbanas ao ar livre, em lugares como Praça Tiradentes, Ópera de Arame, Parque Barigui, ônibus da rede de transporte, Passeio Público, entre outros.

O professor Mauricio Lissa passa com frequência pelo Passeio Público e toda vez observa a obra "Grade Sobre Grade", dos artistas brasileiros do Interlux. "Achei a obra bem interessante, porque mexe com pessoas. Dá uma sensação estranha, parece uma penitenciária, que você está preso ou alguma coisa assim", afirma Lissa. A professora Edelzi Koller também não poupou elogios à intervenção em forma de gaiola gigante, em frente ao Passeio Público. "É ótimo ter a arte, assim, tão perto. Não tem uma pessoa que passe por aqui e não fique reparando. Afinal, não é uma coisa que a gente veja todo dia. Quando tem, chama a atenção", afirma.

No Solar do Barão, está exposto o trabalho "Momento", do artista Japonês Yukihiro Taguchi. A obra teve início com a demolição de uma casa no Alto da Glória e, a partir dos destroços, Taguchi construiu seu trabalho. Quem visita a exposição em dias diferentes, nunca encontra a mesma obra.

Os trabalhos do artista são transformados diariamente e, com o mesmo material, são criadas diversas composições. A parte fixa da obra é um telhado erguido a partir do chão. Nele, as pessoas assistem a um vídeo que mostra desde a demolição da casa até a construção do trabalho. O vídeo também apresenta a montagem de outras obras que foram feitas utilizando o material da casa.

Na Praça Tiradentes, chama atenção a obra do músico Arnaldo Antunes, ex-Titãs. Antunes decorou as vidraças da calçada histórica da praça com letras.

A artista Patrícia Gerber fez uma intervenção urbana na Praça Espanha, chamada "Fantasmas". A fonte da praça está tomada pela cor vermelha, resultado de um corante de uso culinário e não tóxico aplicado na água.

Quem visita a Ópera de Arame tem a oportunidade de conhecer a obra do artista Canadense Jean-Yves Vigneau. A obra "H2O" é composta por letras gigantes (7 x 2,4 metros), que flutuam no lago, feitas de madeira que formam a fórmula "H2O=$%?". O objetivo de Vigneau é que cada visitante tenha uma leitura pessoal da obra.

A Bienal Vento Sul é uma promoção do Instituto Paranaense de Arte, em conjunto com a Fundação Cultural de Curitiba.

HOJE TEM ORQUESTRA DE SOPRO NO MON!!!


Originalidade marca espetáculo da Orquestra À Base de Sopro


Músicas escritas especialmente para o grupo e arranjos que se destacam pela originalidade estão no repertório do show "Nossos Compositores", que a Orquestra À Base de Sopro apresenta neste fim de semana. As sessões acontecem no Teatro do Museu Oscar Niemeyer, às 20h de sábado (19) e às 19h de domingo (20).

O espetáculo é resultado do trabalho desenvolvido pelos integrantes da orquestra, voltado à elaboração de composições e à transformação de obras conhecidas por meio de arranjos peculiares. A criatividade do grupo, que já possui mais de 25 músicas escritas pelos seus componentes, consolida uma linguagem original, além de pavimentar o caminho da gravação de um CD próprio, com o objetivo de ampliar a divulgação desse importante material.

A Orquestra À Base de Sopro, grupo da Prefeitura Municipal mantido pela Fundação Cultural, surgiu em janeiro de 1998, sob a direção do maestro Roberto Gnattali. Paralelamente ao incentivo e à valorização da produção local, o repertório da orquestra reúne mais de 40 arranjos de diversos compositores, entre eles Chico Buarque, João Bosco, Paulinho da Viola, Jacob do Bandolim e Egberto Gismonti.

Dirigida desde 2002 pelo clarinetista Sérgio Albach, a orquestra é considerada um dos principais grupos de música instrumental brasileira. Na sua formação estão 17 instrumentistas, divididos na execução de flautas transversais, clarinetes, clarone, sax alto, sax tenor, trompetes, trombones e uma base rítmico-harmônica com piano, guitarra, baixo, bateria e percussão.

Vencedora do prêmio Saul Trumpet de melhor grupo instrumental, em 2002, e indicada ao Prêmio TIM, na categoria revelação 2008 pelo CD "Mestre Waltel", a orquestra tem projetos de intercâmbio de maestros, arranjadores e solistas, além a divulgação da música brasileira, desde as bandinhas de coreto à música instrumental contemporânea, passando pelas orquestras de gafieira, de rádio e de frevo. Convidados ilustres já se apresentaram com a orquestra, entre eles Léa Freire, Roberto Sion, Mauro Senise, Toninho Ferragutti, Laércio de Freitas, Proveta e Itiberê Zwarg.

Direção - O atual diretor da Orquestra À Base de Sopro, o clarinetista curitibano Sérgio Albach estudou com Ernesto Cordeiro, José Máximo Sanches, José Botelho. É formado em Licenciatura em Música pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná.

Albach foi diretor musical dos espetáculos "O Auto da Feira", de Paulinho Maia, "Bandoleiro", dos Mixiricas Aborígenas e "Como Uma Pêra", de Rocio Infante. O músico tocou na Orquestra Sinfônica do Paraná entre os anos de 1988 e 1991, sendo que hoje se dedica à pesquisa do choro brasileiro. Com o violonista João Egashira, realizou os projetos "No TUC tem Choro" e "Choro no Sebo".

Serviço:
Orquestra À Base de Sopro no espetáculo "Nossos Compositores"
Datas e horários: dia 19 de setembro (sábado), às 20h, e dia 20 de setembro de 2009 (domingo), às 19h
Local: Teatro do MON (Museu Oscar Niemeyer) - Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico
Informações de bilheteria: (41) 3350-4441 / (41) 3350-4429
Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível. Promoção não cumulativa)