domingo, 28 de fevereiro de 2010

A SEMELHANÇA DE JUSTO VERÍSSIMO!!!...


Que o comediante Chico Anízio é um gênio ninguém dúvida! Entretanto seus personagens mesmo que "caricatos" se aproximam - e muito - da realidade "tchekoviana" do ser humano.

Ontem assistia a um dos quadros do humorístico ZORRA TOTAL, onde Chico Anízio protagoniza através do seu personagem JUSTO VERÍSSIMO. Veríssimo (o Justo) é a personificação do político "corrupto que odeia pobre"... me chamou a atenção em especial o momento em que o político JUSTO VERÍSSIMO, é questionado pelo reporter porque durante a eleição ele abraça os pobres se depois os abandona???!!!

A resposta é algo tão semelhante às atitudes de um político local que foi impossível não lembrar do fato. Leiam o que Chico Anízio (ou melhor JUSTO VERÍSSIMO) respondeu.

"EU ABRAÇO POBRE DURANTE O DIA E TOMO BANHO DE CREOLINA A NOITE".

Será que essa frase não faz recordar as declarações daquele político cascavelense, que "pedia" o LITRO DE ALCOOL logo após cumprimentar os POBRES para "desinfetar" suas mãos???!!!

THE END

RESTA SABER É SE O FILHO DO POLÍTICO COSTUMA TAMBÉM "DESINFETAR" AS MÃOS APÓS CUMPRIMENTAR OS POBRES!!!...

ATORES DO ZORRA NO GUAIRÃO!!!


Comediantes globais trazem stand up comedy para Capital

Marcius Melhem e Leandro Hassum prometem arrancar muitas gargalhadas e fazer os paranaenses rolarem de rir com as sátiras e o humor inteligente


Eles brilharam e fizeram o público cair na risada quando surgiram com o quadro 'Os Seguranças' do 'Zorra Total' da Rede Globo. Foram sucesso de público levando milhares de pessoas aos teatros brasileiro e depois de se apresentarem na Capital em julho do ano passado, Marcius Melhem e Leandro Hassum voltam a cidade com o espetáculo 'É Nós Na Fita'.

Numa única apresentação na Capital, que acontece no dia 7 de março, a partir das 19h, no palco principal do Teatro Guaíra, os comediantes prometem arrancar muitas gargalhadas e fazer os paranaenses rolarem de rir com as sátiras e o humor inteligente das situações típicas do nosso cotidiano.

Outra característica que poderá ser vista durante o espetáculo é a facilidade com que os humoristas improvisam no palco, utilizando apenas dois bancos e dois microfones. Trajados a caráter, os dois com certeza irão cativar a plateia curitibana com o mesmo entusiamo da primeira peça que fizeram juntos, 'Os Caras de Pau', que abriu caminho para a televisão.

Serviço

Espetáculo 'Nós na Fita', com Marcius Melhem e Leandro Hassum

Quando: dia 7 de março

Horário: 19h

Local: Teatro Guaíra - Rua XV de Novembro, 971 - Centro

Ingressos: R$ 60 e R$ 40

sábado, 27 de fevereiro de 2010

ESPETÁCULO "JOÃO E MARIA" TEM NOVO LAY-OUT!!!


Assessoria de Imprensa da ACPT
O designer gráfico Waldemar Lutinski, é um dos companheiros do Diretor Artístico da ACPT Wanderlei dos Anjos, desde o tempo de estudante. Acompanhou a trajetória e o sucesso do amigo no setor cultural e em especial na área teatral.

Lutinski, é responsável por todos os projetos gráficos da ACPT, aliás é um tempo considerável (1993-2010), desde o longinquo "Oscar Wilde" ao não estreiado "O Pequeno Príncipe" (estreia em maio desse ano), o que temos é um verdadeiro desfile de um material "visual" de qualidade e inteligente na sua comunicação.

Mais uma vez (antes do carnaval), o amigo e companheiro Lutinski e sua equipe (Rafael e Luiz), surprenderam quando apresentaram um "lay-out" do cartaz do espetáculo JOÃO E MARIA - que abre a temporada teatral do ano da ACPT - porém em "duas cores", pois não havia tempo de buscar patrocínio e precisavamos colocar a divulgação imediatamente na rua. Lutinski sem titubear falou: "deixa comigo".

O que a ACPT, não estava esperando é a procura de escolas, univesidades e empresas pelo material criado por Lutinski do espetáculo da entidade.

Mais uma vez fica aqui o registro da preocupação da Associação Centro de pesquisa Teatral, em buscar os melhores profissionais que estão ao seu alcance para se comunicar com seu público. E também nossos parabéns ao amigo e colaborador da ACPT, Waldemar Lutinski, que há 18 anos coloca sua arte à disposição da entidade e do público que consome suas obras.

Acima o CARTAZ LARANJA de JOÃO E MARIA.

QUIDAM - CIRQUE DU SOLEIL EM SÃO PAULO!!!


Cirque du Soleil volta a São Paulo com show "Quidam"
Publicidade
RODRIGO RUSSO
da Folha de S.Paulo

Depois de passar por sete cidades, em sua maior turnê brasileira, o Cirque du Soleil --referência nos mundos do circo e dos negócios-- estreia hoje em São Paulo o espetáculo "Quidam" (que em latim pode significar anônimo transeunte). Com ingressos entre R$ 190 e R$ 530, por quais razões o espectador deve preferir a temporada no parque Villa-Lobos ao gasto de R$ 35 em um DVD do espetáculo?

Para Sean McKeown, diretor artístico de "Quidam", "nada substitui a experiência de vê-lo ao vivo. Você pode até mesmo ver quase todos os atos do show pelo YouTube, de graça, mas não terá a troca de sentimentos entre a plateia e os artistas, parte vital de uma apresentação".

Ele segue: "É como ver um clipe da Madonna na MTV e assistir à sua apresentação ao vivo. Você não deixa de ir ao show dela, mesmo que a veja na TV, porque é algo incrível, há todas as sensações envolvidas". Trabalhando há três anos e meio no mesmo espetáculo, McKeown diz que nunca fica entediado com seu cargo, e que pequenas novidades introduzidas nas apresentações são essenciais para quebrar a rotina.

Catorze anos

"Quidam" foi apresentado pela primeira vez em 1996, no Canadá, e faz parte das produções itinerantes do Cirque du Soleil. Com foco na imaginação e nos sonhos da garota Zoë, ignorada pelos pais, sucedem-se os números de precisão que caracterizam os espetáculos da companhia canadense.

Mas, se o espetáculo já tem quase 14 anos, quais são as principais tarefas de seu diretor artístico? "Basicamente, tenho duas preocupações. A primeira é com as questões técnicas e operacionais, fazer tudo funcionar corretamente. A segunda, mais difícil, é motivar meus 52 artistas para que mantenhamos o frescor e o alto nível das apresentações", resume McKeown, que considera "Quidam" uma das melhores criações da trupe.

Sem Rouanet

Após a polêmica permissão do Ministério da Cultura para que os responsáveis por "Saltimbanco", primeira turnê brasileira do Cirque du Soleil, captassem R$ 9,4 milhões em patrocínio, via Lei Rouanet, em 2006, os espetáculos "Alegría" e "Quidam" não envolveram quaisquer tipos de incentivos fiscais para as montagens.

Em uma comparação com os espetáculos anteriores, McKeown vê "Quidam" como mais teatral e com mais números aéreos (o grupo trouxe plataformas presas na parte de cima da lona), além de contar com música ao vivo. Embora não haja confirmação, o diretor diz que há negociações para nova montagem no Brasil, a ser feita nos próximos dois anos.

CIRQUE DU SOLEIL - QUIDAM

Onde: Parque Villa-Lobos (acesso pela Avenida Queiroz Filho, s/nº)
Quando: Todos os dias às 21h; até 28/3 (com possível prorrogação até 11/4)
Quanto: R$ 190 a R$ 530; estacionamento a R$ 20
Classificação: menores de 13 anos acompanhados dos pais ou responsáveis legais

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

CIRCO DA CIDADANIA PERDEU SUA FUNÇÃO!!!


BREVE HISTÓRICO

No final de 2007 fui convidado pelo então prefeito Lísias de Araújo Tomé, para participar de uma reunião referente a um "novo" programa a ser implantado pelo Governo do Estado do Paraná, na área social. Posteriormente conhecido como PROJETO ATITUDE.

Acredito que o convite de Lísias, teve origem no meu histórico de sociabilização e democratização cultural, como também o trabalho cultural realizado no CAOM, entre 89 e 92, considerado modelo para ONU (Organização das Nações Unidas), que resultou num espetáculo teatral onde os menores "infratores" contavam suas histórias das ruas de Cascavel, denominado CAPITÃES DO ASFALTO.

Voltando para o ATITUDE. Reuniões de extrema dificuldade de entendimento pelos setores da Saúde, Ação Social e a própria Educação - que não viam - o CIRCO DA CIDADANIA, como uma ação socio-cultural. Entretanto a muito custo eu e o Luciano conseguimos convence-los da importância do CIRCO e da CULTURA, como forma de evitar o adolescente de adentrar ao mundo das drogas, violência e pequenos delitos, como também de CIDADANIA para o povo mais nescessitados.

Conseguimos valer a "vontade" de usar o setor cultural para uma INTEGRAÇÃO dentro do Projeto Atitude e as Secretarias da Cultura, Saúde, Educação, Esportes e Ação Social. Aliás a palavra INTEGRAÇÃO, foi usada recentemente pela Secretária Municipal da Cultura Judete Bilibio, e agora está "mordendo a língua", por entregar o CIRCO DA CIDADANIA para a Secretaria de Esportes.

INTEGRAÇÃO

Deixamos alocados para o CIRCO DA CIDADANIA R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais), recurso de origem estadual para compra de equipamentos e contratação de mão de obra técnica. Ao deixarmos a administração, praticamente tudo estava comprado, faltava apenas a licitação da empresa que contrataria a mão de obra.

A Secretaria Municipal da Cultura, deveria ficar responsável pela administração do CIRCO DA CIDADANIA, inclusive com a responsábilidade PEDAGÓGICA.

A Secretaria da Educação, deveria acolher o CIRCO DA CIDADANIA em suas escolas periféricas, preferencialmente em "zonas de risco". E a Lona seria montada no interior da Escola, pois muitas têm espaço sobrando em suas áreas internas. Exemplo a Escola do XIV de Novembro, que é onde deveria estar instalado o CIRCO DA CIDADANIA.

A Secretaria de Esportes, teria que apoiar com atividades complementares. Exemplo: Ginástica Ritmica.

A Secretaria da Saúde, faria o acompanhamento físico e psicológico do participante do CIRCO DA CIDADANIA.

A Secretaria da Ação Social, caberia fazer o levantamento e cadastro social dos interessados em participar do CIRCO CIDADANIA.

OBJETIVO

Dentro do objetivo principal do PROGRAMA (OU PROJETO) ATITUDE que é: "Desenvolver, por meio das atividades propostas pelo Programa, atitudes de superação da violência; estimular a cultura da paz e tolerância; atuar em integração com o sistema socioeducativo, de justiça e segurança", havia o nosso objetivo de implantar o Projeto CIRCO DA CIDADANIA nos bairros mais distantes e nas "zonas de riscos", que iria de encontro com os "objetivos" principais do ATITUDE.

DESVIO DE FINALIDADE

Hoje estamos vendo a Lona do CIRCO DA CIDADANIA, montada no Centro Esportivo Ciro Nardi, localizado no centro da cidade de Cascavel. A Secretaria da Cultura por incompetência (marca registrada em tudo o que faz), abandonou o Projeto e o entregou para a Secretaria de Esportes. Não ouvimos falar em nenhuma proposta pedagógica do projeto CIRCO DA CIDADANIA. Além do que o CIRCO DA CIDANIA, estará a disposição da criança de "alto poder aquísitivo", ou alguém acha que um adolescente que está em "faixa de risco" sairá do: Tarumã, Santa Cruz, Interlagos, Julieta Bueno, Quebec, Sol Nascente, Santa Felicidade, Cataratas... entre tantos outros bairros distantes do centro para frequentar o CIRCO DA CIDADANIA???

Que pena! Um projeto tão bonito e que não foi apresentado por mais nenhuma das outras 09 cidades alcançadas pelo ATITUDE, será simplesmente "desvirtuado", e será mais um elemento para comprovar que a administração Edgar Bueno, está voltada para classe rica e dominante de Cascavel.

CULTURA EM POLO UNIVERSITÁRIO SE TRATA COM SERIEDADE!!!


1º Festival Universitário de Música da UEL será em abril

Cada candidato poderá inscrever até três composições musicais, mas apenas uma será classificada para as etapas eliminatórias


Estão abertas até o dia 15 de março as inscrições para o 1º Festival Universitário de Música da UEL, que acontecerá no período de 9 a 11 de abril. As inscrições poderão ser feitas no endereço eletrônico www.uel.br/eventos, ou enviadas via postal para o endereço Universidade Estadual de Londrina - PROEX, Campus Universitário, Cx. Postal nº 6001 - CEP nº 86051-990, na cidade de Londrina, PR, obedecendo os critérios exigidos no regulamento. O valor da inscrição é de R$ 20 por música inscrita.

Cada candidato poderá inscrever até três composições musicais, mas apenas uma será classificada para as etapas eliminatórias. Os interessados devem comprovar vínculo com instituição de Ensino Superior e apresentar letras de músicas inéditas.

O Festival Universitário de Música Popular Brasileira, organizado pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), pretende promover a integração da comunidade acadêmica, valorizar novos talentos da música, além de incentivar a troca de conhecimentos sobre a produção artístico-musical entre docentes, alunos e funcionários das instituições de Ensino Superior de Londrina.

Três composições musicais serão premiadas, além do melhor intérprete e melhor música. As 12 composições classificadas para a fase final serão lançadas no CD do 1° Festival Universitário de Música Popular Brasileira da UEL. A premiação será feita pela Caixa Econômica Federal.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

OFICINAS EM PARCERIA COM O ESTADO ESTÃO ACONTECENDO EM VÁRIOS MUNICÍPIOS DO PR. MENOS EM CASCAVEL!!!


Apucarana inscreve para oficinas de dança
Será oferecida no nível iniciante e outra para dançarinos em estágio avançado
Com apoio da Fundação Cultural de Apucarana (FUNCAP) e Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), de 22 a 28 de março, o Cine Teatro Fênix vai receber duas oficinas do Programa Paraná Fazendo Arte, da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC). Com o título “Corpo em Estado de Dança”, uma será oferecida no nível iniciante e outra para dançarinos em estágio avançado, sendo ambas ministradas pela atriz, bailarina, coreógrafa e ensaiadora uruguaia Mariana Gómez.

Cada turma terá até 40 participantes e a carga horária será de 30 horas - 7 dias de 4 horas e 20 minutos aproximadamente de aula por turma. “Serão oficinas que vão permitir criar estruturas coreográficas partindo de conceitos e vivências de Dança Livre”, explica professora Cirlene Moscatto, diretora-presidente da FUNCAP.
A Dança Livre é um estilo que tem como premissa fundacional que qualquer pessoa pode construir seus códigos próprios de comunicação e arte através do corpo em movimento. Busca a naturalidade e a expressão espontânea, sistematizando-se, numa segunda instância, através da organização coreográfica e compreensão do movimento. O método de trabalho será dividido em diversos eixos fundamentais.

CRISTO REDENTOR É ALVO DE POLÊMICA NO FILME 2012!!!


Cristo Redentor mostrado em "2012" gera pedido de indenização
Publicidade
da Folha Online

A Arquidiocese do Rio cobra da Columbia Pictures o pagamento de uma indenização por uso indevido de imagens do Cristo Redentor no filme "2012", que é destruído no longa de Roland Emmerich.

A informação é da reportagem assinada pela colunista Andréa Michael e pela repórter Fernanda Ezabella, publicada na Folha desta quarta-feira (24).

Angélica diz que ficaria com Cláudia e até posaria nua com a BBB
Matt Damon e Jake Gyllenhaal recusaram papel em "Avatar"
Charlie Sheen é internado em clínica de reabilitação

De acordo com a reportagem, as negociações começaram em dezembro, um mês após o lançamento do filme no Brasil, e preveem também uma retratação pública por escrito da Columbia, disse Claudine Dutra, coordenadora do Departamento Jurídico da arquidiocese.

Cartaz brasileiro do filme "2012", que traz imagem do Cristo Redentor sendo destruído

À reportagem, Rodrigo Saturnino Braga, diretor-geral da Columbia, confirmou o recebimento de uma notificação e disse que advogados do estúdio em Los Angeles estão cuidando do caso.

A arquidiocese não cobra pelo uso das imagens do Cristo, mas tem poder de veto sobre elas. "O Cristo é um símbolo religioso e deve ser preservado", disse a advogada. Antes de gravar o filme, a Columbia consultou o grupo e o uso foi negado.

CIRCO EM TOLEDO É LEVADO A SÉRIO!!!... CIRCO EM CASCAVEL É LEVADO NA PALHAÇADA!!!...


CIRCO ÁTICO - PRESENTE NA IV MOSTRA DE CIRCO DE LONDRINA


O Circo Ático, companhia Toledana de Artes Circense, embarca na próxima quarta dia 24 com destino a Londrina para participar da IV MOSTRA DE CIRCO DE LONDRINA.

A promoção e organização do evento é da Associação Londrinense de Circo, que irá cobrir todas as despesas das companhias envolvidas na Mostra.

Os integrantes do Ático deverão permanecer no Norte do Paraná até o dia 28, uma vez que a Mostra de Circo oferecerá aos envolvidos uma extensa grade de programação com inúmeras oficinas e espetáculos, onde os artistas poderão fazer reciclagem de técnicas.

Outro ponto positivo do evento será o espaço do palco aberto que funcionará como uma grande vitrine para que os artistas e trupes mostrem suas habilidades em números que poderão ser solos ou coletivos.

Dado Guerra diretor geral do Ático diz que: “a expectativa é grande já que todos os grupos que lá estarão buscam algo em comum, o conhecimento e o aprofundamento nessa arte milenar que é a arte circense. Teremos a oportunidade de estarmos com grandes profissionais do Brasil e do exterior.”

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O PREFEITO DE TOLEDO É UM CARA PREOCUPADO COM A CULTURA. JÁ O DE CASCAVEL NÃO ESTÁ NEM AÍ!!!


PREFEITO DE TOLEDO (FINALMENTE) EXONERA A DIRETORA DO TEATRO MUNICIPAL

O Prefeito de Toledo, José Carlos Schiavinato, finalmente exonerou hoje, dia 23 de fevereiro de 2010, a Diretora do Teatro Municipal de Toledo, Noêmia Brum, através de Portaria publicada no Jornal do Oeste.
Foram meses de denúncias na imprensa, na Câmara Municipal, e até de registro de boletim de ocorrência na Delegacia local.
Noêmia é suplente de vereador, candidata que foi no ano de 2008 e apesar de votação medíocre, foi nomeada antes mesmo de ser anunciado o nome do titular da Secretaria de Cultura, Tita Furlan.
Despreparada para o serviço público, sem conhecimentos básicos para a função, arrogante e chantagista, a diretora surpreendentemente contou com a "confiança" do Chefe do Executivo Municipal até esta data.
Este é o modo como muitos governantes brasileiros tratam a Cultura: como cabide de emprego ou mera acomodação de interesses eleitoreiros, nomeando pessoas que não têm compromissos com a sociedade, mas sim, meramente com causas impublicáveis.
Aliás, Toledo não merece esse "jeitão" de se fazer de qualquer jeito, displiscentemente e de tanta burrice. O Teatro Municipal não merece e principalmente os artistas locais, vítimas de gente desse quilate !!!!!!!!
Quem será que o Prefeito José Carlos Schiavinato vai acomodar agora no cargo??? Sim, porque desde que o mesmo assumiu o Município em 2005, tratou a Secretaria de Cultura com tanto descaso, que já nomeou seis secretários (as) em seis cinco anos de mandato...
Acorda Zé, mais respeito com a História da "Capital da Cultura", antes que sejamos conhecidos como a "Terra do Aço e do Cimento" !!!!

Obs.: Postagem feita por cidadão toledano que pediu para (se possivel) não ser identificado.

NA PESCA DO LAGO HAVIA. NO CARNAVAL NÃO!!!


Estranho o método utilizado pela administração de Cascavel na realização de seus eventos. Segundo a secretária municipal da Cultura Judete Bilibio, durante o Desfile de Rua no dia 14 de fevereiro na Avenida Brasil, haviam 15.000 mil espectadores, e a nobre secretária "achou" desnecessário banheiros químicos para o evento.

Já o secretário da pasta de Meio Ambiente, Luiz Carlos Marcon, que segundo estimativas teve um público "inferior" em 35% ao citado por Judete Bilibio, assumiu a responsábilidade, e para conforto da população colocou em vários pontos do Lago Municipal banheiros químicos.

Dois secretários da mesma administração com visões antagonicas no modo de tratar e lidar com eventos destinados a população. Enquanto um está preocupado em fazer atividades destinadas ao lazer e qualidade de vida do povo, outro faz sem nenhum tipo de planejamento, apenas com a intenção de aparecer na "mídia" e dizer que fez mais um evento!

O HUMOR VOLTA AMANHÃ AO BAR VALENTINO!!!


'De Oscar Gols Tchu' marca retorno de 'Os Toscos'

O espetáculo, que será apresentado na quarta, é uma sátira ao Oscar e trará muitas novidades e esquetes nada convencionais


Nesta quarta, dia 24, a partir das 22h30, 'Os Toscos' voltam de férias e fazem sua primeira apresentação de 2010, no bar Valentino. A Quarta Tosca este ano comemora também seu 3º ano consecutivo de apresentações no espaço.

Desta vez o tema escolhido será "De Oscar Gols Tchu", uma sátira ao Oscar (premiação do cinema), com muitas novidades e esquetes nada convencionais, o grupo promete tirar a platéia do lugar fazendo o que de melhor faz, humor da melhor qualidade.

No espetáculo de humor você ira encontrar personagens que já marcam presença como Andrea Boquetão, Thime Goiabada,Kátya Cristina e muito mais.

O grupo "Os Toscos" se apresenta regularmente toda última quarta feira do mês no Bar Valentino. A cada mês um espetáculo com quadros diferentes cuja intenção é só fazer rir, pois ele acreditam que o riso ainda é o melhor remédio.

Acompanhe a agenda da trupe e outras novidades pelo site: www.ostoscos.com.br


Serviço:

Os Toscos - "De Oscar Gols Tchu"

Quando: quarta, dia 24 de fevereiro

Horário: 22h30

Local: Bar Valentino (Av. Faria Lima, 486)

Couvert: R$ 8

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

DIREITA ENROLADA: KASSAB É CASSADO!!!


Kassab diz que fez campanha correta e que confia na Justiça
Publicidade
TATIANA SANTIAGO
colaboração para a Folha Online

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), descartou nesta segunda-feira irregularidades na arrecadação de recursos para nas eleições de 2008. Segundo o prefeito, que teve o mandato cassado por receber doações ilegais, a campanha foi correta, com transparência e ética.

"O importante é que toda a nossa campanha foi feita de maneira correta, com muita transparência, com muita ética. E que todos saibam que nós confiamos na Justiça. Vamos aguardar a manifestação da Justiça mais uma vez, até porque ela já se manifestou pela aprovação das nossas contas", disse o prefeito, após inauguração do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) na Vila Formosa, zona leste de São Paulo.

Kassab nega ter recebido doações ilegais e diz não temer perder mandato
Justiça eleitoral cassa mandato do prefeito Gilberto Kassab
Cassação aprofunda avaliação negativa de Kassab, diz cientista política

Questionado sobre a legalidade das doações, Kassab afirmou que esse foi um problema de questão técnica e jurídica e que não há nenhuma acusação no campo moral. Ele também afirmou que essas doações já ocorreram em campanhas de diversos candidatos a vários cargos diferentes.

"O meu compromisso é administrar São Paulo com seriedade, transparência, principalmente com ações no campo social para melhorar a vida das pessoas na cidade", afirmou.

Aparentando tranquilidade em relação ao pedido de cassação, Kassab brincou com o resultado dos jogos do campeonato paulista de futebol. "O que me deixou aflito ontem foi a derrota do São Paulo", comentou.

A vice-prefeita Alda Marco Antonio, que também teve o mandato cassado, participou da inauguração do Cras ao lado do prefeito. Ela disse que está confiante que tudo será esclarecido e confia na Justiça. Além da cassação dos mandatos, a decisão da Justiça Eleitoral torna o prefeito e a vice inelegíveis por três anos.

Na semana passada, o juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Silveira, cassou o mandato de Kassab por recebimento de doações ilegais na campanha de 2008. A decisão deve ser publicada no "Diário Oficial" de terça-feira, quando passa a valer oficialmente a cassação.

O juiz também cassou o diploma de oito vereadores: Antonio Donato Madormo (PT), Arselino Roque Tatto (PT), Gilberto Tanos Natalini (PSDB), Italo Cardoso Araújo (PT), José Américo Ascêncio Dias (PT), José Police Neto (PSDB), Juliana Cardoso (PT) e Marco Aurélio de Almeida Cunha (DEM).

Os advogados que defendem o prefeito devem recorrer nesta segunda-feira da decisão. Em nota divulgada ontem (21), a defesa afirma que "interporá recurso que, à semelhança de casos antecedentes, deve resultar na reforma da sentença e na confirmação da vontade popular."

Os advogados negaram irregularidades nas doações. "As contribuições foram feitas seguindo estritamente os mandamentos da lei --que é a mesma desde 1997-- e já foram analisadas e aprovadas sem ressalvas pela Justiça Eleitoral."

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A FALTA DE UMA POLÍTICA PÚBLICA DE CULTURA!!!


Na manhã de sexta feira (19/02), fui alcançado por telefone pela jornalista Franciele Hirata do Jornal Gazeta do Paraná, o assunto é claro não poderia ser outro: A atual situação cultural de Cascavel.

O primeiro questionamento da reporter foi em relação ao Teatro Barracão e o Ponto de Cultura, é claro que os desdobramentos aconteceram de forma natural, e dei "minha" opinião com sinceridade e também de forma técnica, desde o "Teatro Barracão até a criação da Fundação Cultural de Cascavel". Como rege a ética do bom jornalismo, Franciele ouviu o outro lado (Secretária da Cultura).

A "opinião" minha e a "versão" da secretária, já estavam a disposição do leitor da Gazeta ontem (sábado - 20/02). E a cada declaração da Secretária Judete Bilibio, fica latente o seu desconhecimento técnico, a pouca informação do setor cultural e a falta de uma "politica pública de cultura" nesta administração.

OUTROS PROJETOS E NÃO É PRIORIDADE

Durante a entrevista (mesmo por telefone), destaquei vários projetos deixados pela administração anterior: Teatro Municipal (estrutura física e técnica), Corpos estáveis do Teatro Municipal (a alma do futuro teatro - Coro Sinfônico, Orquestra sinfônica, Corpo de Baile e Teatro de Comédias), Ponto de Cultura no Teatro Barracão, Casa da Cultura Zona Norte, Circo da Cidadania (dentro do Atitude), Fundação Cultural entre outros.

Na "versão" da secretária, a atual administração têm "OUTROS PROJETOS E NÃO É PRIORIDADE" os projetos e politica cultural citados por mim. Claro que ao afirmar isso nossa querida representante do setor automaticamente deveria dizer ao povo e à classe artística, quais são os projetos existentes na Cultura e qual é sua prioridade???!!! E é claro que isso não aconteceu, pois não há projetos, não há prioridade, não há norte, não há competência e muito menos uma politica cultural compatível com o tamanho de Cascavel.

O TEATRO BARRACÃO

Mais uma vez ouvimos besteiras. Quando se discute "ESPAÇOS ALTERNATIVOS", as pessoas deveriam dimensionar números e valores. Alegar que para reformar o Teatro Barracão seriam necessários recursos na ordem de R$ 600.000.00 (seiscentos mil reais), é dúvidar da capacidade de discernimento do contribuinte e da classe artística de Cascavel. Com esse valor é possivel construir e equipar no mínimo dois espaços "alternativos" como o Teatro Barracão. No entanto está lá uma estrutura já construída e que com menos de cem mil reais é possivel colocá-la em ação.
SUGESTÃO: REPASSEM PARA ACPT (ASSOCIAÇÃO CENTRO DE PESQUISA TEATRAL) E AO GRUPO FOLCLÓRICO LADRI D'CUORI, O VALOR CONSIDERADO BAIXO PARA REFORMA (R$ 56.000,00), E A ADMINISTRAÇÃO DO TEATRO BARRACÃO, QUE EM MENOS DE SEIS MESES A PROGRAMAÇÃO DO ESPAÇO SERÁ MAIOR E COM UM PÚBLICO INFINITAMENTE SUPERIOR AO QUE TÊM FREQUENTADO O CENTRO CULTURAL GILBERTO MAYER.

A POLITICA DE EVENTOS

Nem mesmo os eventos tradicionais, os espetáculos e apresentações de fora de Cascavel conseguem atrair o público, pois tudo em que a Secretaria da Cultura "toca" não dá certo. Ontem (20) e sexta (19), esteve na cidade mais um espetáculo de fora de Cascavel, e pra variar o público em nenhuma das duas sessões foi superior a 70 "testemunhas".
E o Festival de Música do ano passado que ainda não pagaram fornecedores e professores??? Na administração Lísias Tomé, quando isso aconteceu, deu origem a um escândalo chamado de "OS AMIGOS DA BILIOTECA"... Vamos lembrar também que a Secretaria da Cultura perdeu recurso do estado na ordem de R$ 50.000,00 para os festivais de Música e Dança por falta de "gestão". Pra não dizer "falta de competência". E o público participante destes festivais??? Caiu em mais de 60 porcento!!! Quer dizer, nem a politica mais simples que é a de eventos a administração Edgar Bueno consegue gerenciar, pois não têm credibilidade no setor.

FUNDAÇÃO CULTURAL

Em uma cidade com uma população que beira os 300 mil habitantes, um pólo universitário com cerca de 50 mil estudantes e um centro regional, jamais poderia ter a frente de uma gestão pública no setor cultural, alguém que "acha" que uma Fundação Cultural não é prioridade. Esta afirmação mostra o desconhecimento a respeito de uma Autarquia com personalidade jurídica própria, inclusive para não perder recursos como aconteceu com os festivais de música e dança.
Indo além, Judete mostra uma visão limitada, pois num futuro próximo o município será obrigado a fazer "contratações técnicas" para colocar o Teatro Municipal em operação, e a Fundação Cultural supriria essa necessidade. Como também dentro do projeto da Fundação Cultural, estariam inseridos os Corpos estáveis do Teatro Municipal, O Conselho Municipal de Cultura e o Fundo Municipal da Cultura.

Edgar Bueno, ou chora ou está muito contente com as declarações de Judete. Pois se quer se livrar desse "peso" chegou o momento, então alimentará o "arakiri" da secretária. Caso resolva arcar com o ônus, deverá em breve solicitar que Judete "evite" de falar e comprometer a administração.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

SISTEMA BINÁRIO O NOVO AUTÓDROMO DE CASCAVEL





Na noite de sábado 20/02, moradores do centro da cidade, foram acordados com mais um episódio de irresponsabilidade quando o motorista de um Audi se perdeu na curva que ganhou o apelido de “Tamburello” exatamente na junção das ruas Recife e Minas Gerais, acabando com o canteiro, com uma arvore cerejeira e por alguns centímetros não acaba invadindo uma clinica de acupuntura. O problema todo é que os moradores da Rua Minas Gerais, a partir da mudança, não conseguem mais ter sossego e a cada freada só aguardam o momento da batida.

No Final do ano, com a implantação do sistema binário as ruas passaram de 2 para 3 pistas, projeto muito bom para o fluxo de veículos, porém para os que tem investimentos na rua e principalmente para os que moram nesta região a mais de 40 anos e que diga-se de passagem não foram consultados, não aprovaram as mudanças.

Cito alguns porquês...os empresários por eliminar com 50% do estacionamento,... os moradores do lado esquerdo não conseguem nem mesmo entrar ou sair com segurança de suas garagens, pois a cada seta sinalizando a entrada recebem buzinadas e freadas bruscas,...os que transitam a pé com suas crianças passam quase correndo por estarem em zona de risco, uma vez que acidentes já aconteceram durante a manhã e tarde, ocasionando sérios danos materiais aos que ali estacionam seus carros.

Ainda Bem que o Deus olha por este trecho não deixando ainda que nenhum ser vivo fosse aniquilado devido a imprudência de alguns assassinos no volante (exceto 4 arvores que foram destruídas somente de dezembro até agora)

Com a implantação do binário, houve um exagerado aumento da velocidade dos veículos que transformaram a via pública no centro da cidade em um verdadeiro autódromo com freadas, e derrapagens a todo o minuto.

No ato da implantação, conversamos com o Secretário Paulo Gorski, no sentido de alertá-lo dos perigos de aumentar uma pista na junção da recife com Minas, e o mesmo nos relatou que no inicio de janeiro, retornando das férias da prefeitura, os redutores de velocidade seriam prioridade para serem implantados, pois bem ficam aqui algumas perguntas:

ONDE ESTÁ SUA RESPONSABILIDADE PERANTE OS QUE MORAM NA RUA SR GORSKI? SERÁ PRECISO OCORRER UMA FATALIDADE PARA QUE TAL AÇÃO SEJA FEITA?, SERÁ QUE EM MENOS DE DUAS SEMANAS TRES VEZES CARROS ERRANDO A SUA CURVINHA ASSASSINA NÃO TE FAZ MUDAR DE IDÉIA, ONDE ESTÃO OS SEMÁFOROS OU AS LOMBADAS QUE O SENHOR PROMETEU? VOCÊ VAI QUERER SER O RESPONSÁVEL POR DANOS OU MORTES QUE POSSAM COM CERTEZA OCORRERÃO SE ALGUMA COISA NÃO FOR FEITA??? AINDA SE FOSSE DIFICIL DE RESOLVER, ALIAS VOCÊ NÃO ESTA OCUPANDO ESTE CARGO PARA QUE AS COISAS SEJAM RESOLVIDAS??? SE NÃO CONSEGUE SAIA E DEIXE QUEM TENHA COMPETENCIA PARA TAL FUNÇÃO...

Em conversa esta manhã, moradores se reuniram para por fim a baderna que esta tão conceituada rua se tornou, estamos montando um documento solicitando a prefeitura que até o final da semana que vem dia 27/02 tome providências, pois se não estarão com aval de todos os moradores fechando a rua até que as devidas providências sejam tomadas.

ISSO É UMA VERGONHA!!!


Chico Pinheiro alfineta Boris Casoy ao entrevistar gari
da Folha Online


Durante o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, na madrugada da última terça-feira (16), o jornalista da Globo Chico Pinheiro provocou o âncora da Band Boris Casoy. Ao entrevistar o gari Renato Sorriso, Chico Pinheiro repetiu duas vezes a expressão "do alto de sua vassoura", que foi dita pelo colega com ironia na última edição do "Jornal da Band", no ano passado.

Em uma das vezes em que diz a frase, Pinheiro olha para trás e deixa escapar uma risada. As declarações de Casoy resultaram em críticas e processos contra o jornalista --até colegas da Band desaprovaram sua atitude.

A reportagem entrou em contato com a Globo e com a Band. A emissora carioca, por meio de sua assessoria de imprensa, negou que haja paralelo com o caso de Casoy.

"O que Chico Pinheiro fez, durante a entrevista na transmissão do Carnaval, foi homenagear Renato Sorriso, figura tão popular no carnaval carioca. Sobre isso, não houve dúvida alguma", disse a emissora.

A Band ainda não se manifestou sobre o caso.

Garis mostrados na Band dizem não guardar mágoas de Casoy
"Errei mesmo, falei bobagem", diz Boris Casoy após gafe

DIREITA NA COLA DO MAIOR FENÔMENO POLITICO DA HISTÓRIA DO BRASIL!!!


Justiça manda recolher livro sobre vida de Lula

A editora foi proibida de comercializar exemplares da obra, cuja capa é muito semelhante ao cartaz utilizado para divulgar 'Lula, o Filho do Brasil'

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, em caráter liminar, que a Geração Editorial recolha todas as cópias do livro "Lula do Brasil - A história real, do Nordeste ao Planalto", de autoria do inglês Richard Bourne, e proibiu a editora de produzir e comercializar novos exemplares da obra, cuja capa é muito semelhante ao cartaz utilizado para divulgar o filme "Lula, o Filho do Brasil", do diretor Fábio Barreto. A ação foi movida pelo produtor do filme, Luiz Carlos Barreto, pai do diretor.

"Confrontando as duas ilustrações, verifica-se claramente a utilização indevida. Ademais, induz o espectador a considerar que a obra literária reproduz, ou serviu de base, a obra cinematográfica", diz o despacho da juíza Anna Eliza Duarte Diab Jorge.

Segundo o despacho, o proprietário da Geração Editorial, Luiz Fernando Emediato, reconheceu "a utilização indevida e sem autorização dos titulares da obra". A decisão é de 3 de fevereiro. A juíza determinou pena de R$ 50 mil pelo não cumprimento da decisão.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

QUIOSQUES DO CALÇADÃO: EDGAR BUENO PERDE TAMBÉM NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA!!!


O prefeito de Cascavel Edgar Bueno e seu comparsa Alisson (crisântemo) da Luz, tiveram que acrescentar para seus curriculuns mais uma derrota judicial.

Depois de várias atitudes extremamentes equívocadas, uma licitação "viciada" em sua origem e um excesso de prepotência por parte do prefeito e do próprio secretário da administração, agora são obrigados a "engolir" a negativa de três agravos de instrumento pleiteados pelo munícipio, contra os mandados de segurança impetrados pelos proprietários dos Quiosques do Calçadão.

O Juiz substituto Eduardo Sarrão, o Desembargador Luis Carlos Xavier e a Desembargadora Rosena Arão de Cristo Pereira, de forma uniforme mantiveram a decisão favorável aos comerciantes do calçadão.

BANCA DO WALTÃO

A invasão na calada da noite e sem mandado judícial, a anulação da licitação através de mandado de segurança aceito na primeira e terceira Vara Cívil de Cascavel, e agora a negativa em "segundo grau" aos vários agravos de instrumento peliteados por Edgar e o comparsa Alisson, comprovam que o ato comandado por Alisson, a mando de Edgar Bueno, é uma das atitudes de maior efeito contrário aos interesses públicos de Cascavel.

Edgar e sua "trupe" deverão arcar com o ônus politico da ação intempestiva e truculenta feita contra o pioneiro Walter dos Anjos, entretanto o recurso financeiro que tal atitude acarretará será pago pelo contribuinte, que mais uma vez deixará de ter melhorias em setores cruciais como: habitação, saúde e transporte público por vaidade e orgulho de uma administração que persegue os humildes, trabalhadores e geradores de renda.

ÓPERA BUFA

A ópera bufa regida por Edgar Bueno, e tendo como principal solista o secretário de administração Alisson (Crisântemo) da Luz, cada vez mais deixa-os em situações constrangedoras. Mesmo perdendo (praticamente) de forma unânime Alisson concede declarações para orgãos de imprensa afirmando que a "Licitação acontecerá de qualquer forma"... Mostrando para população todo o seu despreparo e desqualificação para ocupar a pasta pela qual responde. Edgar tenta a todo custo ficar escondido do imbróglio, inclusive inicia nos bastidores uma tentativa de acordo com a "família" de Walter dos Anjos, com medo dos "respingos" que irão sobrar para ele e para o filho (André Bueno), na eleição que se aproxima.

Nessa Ópera Bufa o que fica claro, é que seus principais protagonistas não têm um "pingo de vergonha na cara".

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

PREFEITURA MUDA NÚMEROS DO CARNAVAL DEPOIS DE LER "ANJOS DA CULTURA"!!!


Após lerem postagem no blog anjos da cultura (obrigado Zen, Miguel e cia), o pessoal da assessoria de imprensa da prefeitura municipal de Cascavel, "remenda" entrevista da secretária municipal da Cultura Judete Bilibio, concedida ao jornal Hoje e veiculada na edição de "ontem" (16/02), onde a secretária afirma que mais de 15.000 pessoas "prestigiaram o desfile do dia 14".

A Prefeitura através da Assessoria de Imprensa, em nota oficial após cerca de duas horas da informação da Policia Militar, veiculada por este blog onde o responsável pela operação do dia 14/02 no carnaval de rua, Capitão Nilson Rodrigues, apontava a um número inferior a 2,5 mil pessoas, tenta minimizar as "declarações" (mais uma vez), equívocadas da Secretária da Cultura Judete Bilibio, à competente jornalista Kaire Sena.

Tentando confundir a opinião pública e sem contestar a Polícia Militar, a nota "tenta" explicar que o número de 15 mil pessoas é relativo à todas ações do Carnaval.

Apesar da entrevista de Judete ser clara, afirmando que o número é referente ao dia do Desfile, vamos somar as ações do Carnaval 2010: Escolha Rainha e Rei = 1.100 + Baile de Máscaras = 178 + Feijoada do Rei = 396 + Desfile de Rua = 2.500 (PM) + Carismáticos = 1.500 (PM) - TOTAL = 5.674.

Ou seja, mesmo somando tudo ainda é três vezes menor do que foi divulgado.
Não me perguntem como tenho esses números, pois eles são reais e originários de dentro da própria organização do Carnaval 2010.

Atenção senhores! Aprendam a trabalhar com números e a não passarem falsas informações para população, pois cada vez mais a credibilidade de vocês esvai-se pelos dedos!!!

DEPOIS DE 74 ANOS, UNIDOS DA TIJUCA GANHA O CARNAVAL DO RIO!!!


Unidos da Tijuca é a campeã do Carnaval do Rio
Publicidade
colaboração para a Folha Online

A Unidos da Tijuca recebeu na tarde desta quarta-feira o título de Campeã do Carnaval das escolas do Grupo Especial do Rio em 2010. O último título foi conquistado em 1936.

Com o enredo "É Segredo!", a escola inovou na avenida e usou efeitos visuais para mexer com a imaginação do público. A Unidos da Tijuca foi terceira escola a desfilar no primeiro dia de apresentações do Grupo Especial do Rio, e foi considerada pelo público a grande sensação da Marquês de Sapucaí.

A escola apresentou uma comissão de frente totalmente inovadora, onde as mulheres trocavam de roupa em um passe de mágica. Como o regulamento permite somente 15 componentes, foi usada uma alegoria para esconder os demais integrantes. Coreografada, a comissão fez um show na avenida, e os componentes fizeram uma apresentação com truques do ilusionismo.

Uma das novidades apresentadas pelo carnavalesco Paulo Barros foi uma intervenção na bateria de mafiosos armados que chegaram em um carro preto, mas que passavam mensagens de paz, já que na ponta das metralhadoras haviam bandeiras brancas que pediam o fim da violência. Os ritmistas estavam vestidos de gangsters e fizeram paradinhas e coreografias. Grávida de três meses, a apresentadora Adriane Galisteu foi a rainha da bateria.

O abre-alas mostrou Alexandre, o Grande, e representou o mistério de Alexandria, no Egito, quando um incêndio atingiu a biblioteca e queimou livros que continham os grandes mistérios da humanidade durante a Idade Média. Os efeitos faziam o fogo parecer real.

PM CONTESTA OS NÚMEROS DE JUDETE BILIBIO NO CARNAVAL 2010!!!


A Secretária municipal da Cultura Judete Bilibio, em entrevista concedida para jornal diário de Cascavel, afirmou que no desfile de rua no dia 14/02 (domingo), mais de 15 mil pessoas estiveram presentes no desfile da avenida Brasil.

Agora pouco, de forma categórica, o Capitão Nilson Rodrigues, responsável da POLICIA MILITAR pela operação no dia do desfile, afirmou que o público presente em seu momento de "pico" não foi superior a 2.500 (duas mil e quinhentas) pessoas.

Judete "superestimou" em 500% (quinhentos porcento), o número de "testemunhas" que presenciaram o desfile de Carnaval, que foi considerado por alguns "pior" que desfile de 7 DE SETEMBRO.

Como "superestimou" o público, Judete também ultrapassou os limites da razão ao falar do número de pessoas que desfilaram. Segundo a secretária haviam 1.500 foliões (mais da metade do número de assistentes). Na verdade em levantamento informal constatamos um número três vezes menor - cerca de 500 foliões - que percorreram os 200 metros da Avenida Brasil.

O pior não são apenas os delírios de JUDETE BILIBIO, mas sim a presença de forma "sorrateira" do prefeito Edgar Bueno, que lá esteve para conferir o trabalho "infeliz" e mais uma vez equívocado da equipe da Secretaria municipal da Cultura de Cascavel, comprovando a fundamentação das várias críticas que a administração vêm recebendo no setor.

É Judete... Dessa vez não teve jeito, a máscara caiu!!!

EDGAR BUENO VAI PRA AVENIDA, MAS FICA ESCONDIDO!!!


Ainda é desconhecido o motivo que levou o prefeito municipal de Cascavel Edgar Bueno, a ficar escondido mesmo estando presente no momento do cerimonial de abertura do Carnaval de Rua de Cascavel.

Edgar subiu no palanque somente após o desfile ter terminado, e mesmo assim não se aventurou em ir à frente do palco ou usar a palavra. Com ar de "poucos amigos" e desconfiança, conversou rapidamente com algumas das autoridades e organizadores e saiu "a francesa".

Várias conjecturas foram feitas. Uma delas é que quem foi até a avenida era um integrante do programa PÂNICO NA TV, devidamente "disfarçado" de Edgar Bueno, para o quadro "O Impostor"!!! Outra suposição é que Edgar Bueno, ficou com "ciúmes" do Rei Momo Osmar Junior, e optou em conferir distante se seus assessores da Cultura estavam "puxando" em demasia o "saco" de um outro rei.

Na verdade, o que está acontecendo é a "fritura em banho maria" da secretária Judete Bilibio. Edgar sem alarde e, no melhor estilo daqueles que andam de forma sorrateira e fria, tal qual o "felino" antes de atacar sua presa, esteve presente no Carnaval de Cascavel para conferir pessoalmente a competência de Judete e sua equipe.

O prefeito após ouvir reclames da população em relação à falta de banheiros químicos, a desorganização do Carnaval, a pouca divulgação, a falta de bailes etc, etc, etc... Optou em não aparecer no palanque com receio de ser vaiado.

Pelo menos em alguma coisa Edgar começa o ano com o pé direito! Conferir pessoalmente a capacidade e competência de seus assessores frente a suas pastas.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

CARNAVAL DE SÃO PAULO: DISPUTA ACIRRADA DÁ TITULO PARA ROSAS DE OURO!!!


Com uma diferença de apenas 0,25 ponto, a Rosas de Ouro conquistou o título de campeã do Carnaval 2010 em São Paulo. A agremiação obteve 270 pontos, dos 270 possíveis, e assim obteve o título no Grupo Especial. O segundo lugar ficou com a Mocidade Alegre, que teve 269,75 pontos na apuração.


Com o enredo "O Cacau Chegou", distribuição de bombons e essência de chocolate lançada ao ar, a Rosas de Ouro foi a quinta escola a desfilar no sambódromo no primeiro dia de desfiles. O último título da escola havia sido conquistado em 1994.


A atriz Ellen Roche saiu como rainha da fábrica de chocolates na frente da bateria da Rosas de Ouro.

História

A Rosas de Ouro foi fundada em 1971 por um grupo de quatro amigos, entre eles Eduardo Basílio, que permaneceu à frente da escola até outubro de 2003. Seu nome vem de uma condecoração criada por um papa para princesas católicas, o buquê de rosas de ouro.

Seu primeiro desfilou ocorreu em 1973, ainda no Grupo de Acesso. No ano seguinte subiu para o Grupo Especial e conquistou o segundo lugar. O primeiro título da "Roseira", apelido da escola, veio em 1983, com o enredo "Nostalgia", que apresentava a São Paulo do começo do século. Os outros títulos foram em 1984, 1990, 1991 (dividido com Camisa Verde e Branco), 1992 e 1994.

Desfile

A escola animou a torcida nas arquibancadas no desfile. Numa representação teatral, a comissão de frente mostrou a chegada dos espanhóis ao continente para conquistar os astecas. Entre os 15 integrantes que representaram um duelo entre os dois povos, os destaques foram o imperador Montezuma e o conquistador espanhol Fernando Cortez.

Os carros da escola eram grandes, mas não tiveram problemas para passar pela avenida. O abre-alas Templo Sagrado retratou as cerimônias dos astecas.

O terceiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Samuel e Paula, mostraram o fascínio suíço pelo chocolate. Com muita beleza e simpatia, a rainha da bateria Ellen Roche, 30, encantou o público na frente dos 250 ritmistas vestidos de Willy Wonka, personagem do filme "A Fantástica Fábrica de Chocolate".

Com alas da França, Itália, Suíça, Alemanha, Inglaterra e Holanda, a escola mostrou a difusão do cacau pela Europa. A segunda alegoria, a "La Chocolatada", trouxe um chocolateira.

Um coelho gigante encerrou o desfile da Rosas, no último carro. O bicho de pelúcia preencheu todo o espaço da avenida.

Confusão

Torcedores que acompanharam a apuração das notas no sambódromo do Anhembi jogaram objetos em direção ao local reservado à diretoria das escolas e à imprensa. Um repórter da rádio Capital foi atingido na cabeça por uma lata, que provocou sangramento. Ele foi encaminhado a para atendimento e passa bem.

Os objetos foram arremessados após a escola Gaviões da Fiel, que reúniu um grande número de torcedores no local, receber notas ruins no quesito enredo e uma nota ruim do quesito bateria.

EM CASCAVEL NEM BANHEIRO QUÍMICO HAVIA! VEJAM A ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL EM FOZ!!!


O Carnafalls 2010 terá quatro dias de muita animação com a escolha da rainha do carnaval, meninas veneno, desfile de quatro escolas de samba, bailes, Carnaval da Saudade e a Canja do Galo Inácio. Neste ano a banda Mistura Brasileira vai animar a festa e a expectativa é que 50 mil foliões divirtam-se na Avenida Duque de Caxias.

A estrutura montada na avenida vai contar com duas praças de alimentação, 24 camarotes com estrutura ampla, 240 metros de arquibancada, arquibancadas especiais para turista, 30 sanitários químicos, palco com maior dimensão, ampliação do espaço central para os foliões, sonorização com maior potência, estrutura para a canja do Galo Inácio e decoração personalizada dos patrocinadores.

A segurança vai ser reforçada com monitoramento e vistoria geral para entrar na passarela do samba. O acesso terá oito canaletas e guichês para a compra de ingressos, além de serviços como controle da vigilância sanitária e do juizado de menores que vai fiscalizar dentre outras situações, a venda de bebidas alcoólica que é proibida para menores de idade.

Desde sábado o Instituto de Transporte e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans) fez duas interdições na área da passarela do samba. A avenida Duque de Caxias está interditada entre a avenida Paraná e a avenida JK. Também está fechado o trecho localizado na rua Adoniran Barbosa entre a rua Davi Muffato e a Duque de Caxias.

Conforme explicou a engenheira de tráfego do instituto, Pricila Bevervanço Mantovani, nos dias 13/02- (sábado) e 16/02 (terça), a partir das 16h, será interditada a rua Marechal Deodoro, esquina com a rua Quintino Bocaiúva para a promoção do Carnaval da Saudade. Os roteiros de ônibus vão ser alterados e nas Avenidas Paraná e JK haverá serviço extra de ônibus madrugadão para os principais eixos dos bairros.

Programação
13/02 sábado
-A partir das 16h na Avenida Duque de Caxias
Concurso Meninas Veneno
Escolha da Rainha do Carnaval
Show Baile Carnavalesco
-A partir das 16h na Rua Marechal Deodoro esquina com Quintino Bocaiúva - Carnaval da Saudade

14/02 domingo
-A partir da 20h na Avenida Duque de Caxias
Desfile das escolas de samba:
* Acadêmicos Magia e Esplendor,
* Império das Cataratas.
Show Baile Carnavalesco

15/02 segunda-feira
-A partir da 20h na Avenida Duque de Caxias
Desfile das escolas de samba:
* Unidos do Maracanã,
* Mocidade Independente São Francisco.
Show Baile Carnavalesco

16/02 terça-feira
-A partir das 16h na Rua Marechal Deodoro esquina com Quintino Bocaiúva
Carnaval da Saudade

-A partir da 20h na Avenida Duque de Caxias
Desfile das escolas de samba:
Campeã e vice-campeã
Canja do Galo Inácio
Show Baile Carnavalesco

HOMENAGEM A NOEL ROSA FOI DESTAQUE NO SEGUNDO DIA DE DESFILE!!!


Vila Isabel emociona público com homenagem a Noel Rosa
Publicidade
Colaboração para a Folha Online

Com uma letra de samba poética, composta por Martinho da Vila, a escola de samba Vila Isabel, quinta escola a desfilar na Marquês de Sapucaí na madrugada desta terça-feira, comemorou o centenário de Noel Rosa com o enredo "Noel: A Presença do Poeta da Vila".


A comissão de frente era formada por 15 integrantes que representaram os amigos músicos de Noel. Com máscaras de silicone, os bailarinos dançaram com violões que se transformavam em mulatas e mesas de bar. Os violões, quando deixados no chão, deslizavam em direção aos integrantes sob o comando de um controle remoto.


Integrantes da comissão de frente da Vila Isabel dançaram com violões que se transformavam em mulatas e mesas de bar.

O carro abre-alas representou o cometa Halley, que passou pela Terra em 1910, ano de nascimento do poeta. Em 1937, quando Noel morreu, um cometa também passou pelo planeta. O cometa da alegoria tinha 9,5 metros de altura e foi feito com 500 metros de garrafas PET. O abre-alas também trouxe uma coroa dourada, símbolo da escola.

Em seguida, a escola mostrou a participação de Noel no grupo musical Bando dos Tangarás. Na época, o poeta tinha 19 anos. O segundo carro da Vila Isabel apresentou pássaros tangarás para representar o início da carreira do poeta.

Os ritmistas estavam fantasiados de reis da noite. A bateria recebeu o nome de "Swingueira do Noel". A rainha foi a dançarina Gracyanne Barbosa representando as estrelas do céu boêmio.

O terceiro carro, "O Morro tem vez", apresentou casas do morro que se transformavam em um instrumento de percussão. Cartola e Ismael Silva também foram homenageados. O ator Rafael Raposo interpretou Noel.


Carro alegórico "O Morro tem vez" com casas que se transformavam em um instrumento de percussão durante o desfile.

Na quinta alegoria foi retratado o Carnaval de rua. No sexto carro, o teatro de revista foi apresentado junto com sucessos musicais de Noel. A ala "Com que Roupa?" representou o primeiro samba de sucesso do compositor.

O sétimo carro mostrou a importância do cinema e do rádio da época na carreira de Noel Rosa. As músicas "Fita Amarela" e "Pierrô Apaixonado" também foram representados neste setor.

A última alegoria foi um adeus reproduzido em uma mesa de bar, com a escultura do poeta tomando cerveja. Aracy de Almeida e Lamartine Babo também foram homenageados.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

COMEÇOU ONTEM O "MAIOR" ESPETÁCULO DA TERRA!!!


Escolas usam neon e acrobatas em desfiles no Rio; Tijuca mostra magia e é grande atração
Publicidade
TATIANA SANTIAGO
JULIANA GRANJEIA
colaboração para a Folha Online

Seis escolas abriram os desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio. A Unidos da Tijuca, terceira escola a desfilar, foi a grande atração da Marquês de Sapucaí. Com o enredo "É Segredo!", a escola usou efeitos visuais para mexer com a imaginação do público.


A surpresa começou na comissão de frente da escola, considerada totalmente inovadora, com pessoas que se revezavam durante a aparição na avenida. Coreografada, a comissão fez um show de mágica com a troca de roupa dos componentes com truques do ilusionismo, durante todo o desfile.


Escola de samba União da Ilha abre os desfiles e conta a história de D. Quixote de La Mancha na Marquês de Sapucaí, no Rio.

Os ritmistas da bateria abriram espaço na alegoria durante a intervenção de um carro de mafiosos. Carros com super-heróis e repletos de mudas de plantas também mostraram inovação.

A União da Ilha do Governador abriu os desfiles do Grupo Especial ainda na noite de domingo com o enredo "Dom Quixote de La Mancha, o Cavaleiro dos Sonhos Impossíveis". A escola que narrou o clássico da literatura de Miguel de Cervantes teve problemas com uma alegoria, mas terminou o desfile no tempo previsto --entre 65 minutos e 82 minutos.

O quarto carro demorou para entrar no sambódromo após o destaque ter dificuldades para subir na alegoria, devido ao peso da sua fantasia. Ao passar sob o viaduto da Apoteose, um das hélices do carro quebrou. Por causa dos contratempos, a evolução da União da Ilha ficou comprometida e abriu um buraco na avenida.

A Imperatriz Leopoldinense, segunda escola a se apresentar na Marquês de Sapucaí, falou da relação entre o homem e os deuses.

A Imperatriz Leopoldinense, segunda escola a se apresentar na Marquês de Sapucaí, teve que correr para terminar o desfile dentro do tempo permitido. Apesar dos problemas, o samba-enredo "Brasil de Todos os Deuses" fez todos os integrantes cantarem. As paradinhas da bateria também empolgaram o público.

O desfile da Imperatriz, oito vezes campeã, invocou todas as religiões no sambódromo. A comissão de frente, "O Homem em Busca de Deus", mostrou a dualidade que existe na relação entre a humanidade e os deuses.

O enredo da Viradouro, "México, o Paraíso das Cores, sob o Signo do Sol", levou as cores e a miscigenação da cultura mexicana para a Marquês de Sapucaí. A escola de samba foi a quarta a desfilar no Rio de Janeiro nesta primeira noite de apresentações do Grupo Especial do Carnaval.

A comissão de frente e o carro abre-alas homenagearam os artistas plásticos mexicanos Diego Rivera e Frida Kahlo. O ator Marcos Oliveira, o Beiçola da série "A Grande Família", da TV Globo, representou Rivera.


Atrás do bicampeonato, o Salgueiro usou muitas cores e fantasias luxuosas para contar a história do livro. Com o enredo "Histórias Sem Fim", a escola mostrou um desfile cheio de acrobatas e tripés.

A rainha da bateria foi Viviane Araújo e estava vestida de Sherazade [de "As Mil e uma Noites"]. Ela apresentou os ritmistas que estavam de Ali Babá e foram comandados por Marco Antônio da Silva, mais conhecido como mestre Marcão, que rege há cinco anos a 'Furiosa", como é chamada a bateria salgueirense. A ex- BBB Priscila foi um dos destaques e desfilou com uma fantasia no valor de R$ 50 mil. Outra ex-BBB, a apresentadora Sabrina Sato, também desfilou no Salgueiro.

A Beija-Flor encerrou os desfiles na Sapucaí com uma homenagem a Brasília. Assim, como a escola Tom Maior, de São Paulo, a agremiação não falou sobre política. A escola usou muita luz de neon nas fantasias da comissão de frente e no abre-alas. Somente no carro, havia 2 km de luz.

Comissão de frente da Viradouro representou momentos da vida da pintora Frida Kahlo e trouxe a casa azul.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

PAULO GORSKI, O BANQUINHO E A CAIXA CÊNICA!!!


Paulo Gorski têm se mostrado o homem de um "olho" na terra de cego que é a administração Edgar Bueno. Passa a margem das encrencas nada convencionais criadas pela maioria dos principais assessores da atual administração. Com pouco alarde conseguiu resolver alguns dos principais problemas da cidade como: buracos nas ruas e iluminação pública. Porém Paulo Gorski se perde de forma "angustiante" quando o assunto é a obra do Teatro Municipal.

O BANQUINHO

Dia desses, Gorski, de forma irritada declarou que se a população continuasse reclamando teria que ir assistir espetáculos no Municipal e levar um "banquinho"!!!

Declaração infeliz do secretário de Edgar, que pode ser dimensionada com o tamanho de sua "competência" para gerir "tapa-buracos". Paulo Gorski, cai na mesmísse de outros secretários, que tentam a todo custo "ser e estar" com o mesmo perfil do chefe Edgar Bueno (ignorante e truculento), tal qual o "cão que se parece com o dono".

A CAIXA CÊNICA

Gorski, na sua "aflição" em dar explicações para o vereador Julio César Leme e a questionamentos feitos por mim durante a visita de Requião ao canteiro de obras do Teatro Municipal, de forma pouco elegante e até "tirando o seu da reta", informou que: "CAIXA CÊNICA não é comigo"... Ou seja, jogou a responsábilidade para nossa "competente" secretária da Cultura Judete Bilibio.

Lado que eu desconhecia de Gorski! Uma pessoa que particularmente eu tinha como "competente", ao afirmar que sua responsábilidade e "conhecimento" da obra é parcial, faz cair por terra a esperança minha (e de boa parte da população), que alguém na administração Edgar Bueno mereceria crédito e confiança do municipe.

Ao perder uma das últimas esperanças da atual administração: Paulo Gorski. Cito o "politico Grego" DEMÓSTENES, para refletirmos:
"Não podes ter um espírito generoso e valente, se tua conduta é mesquinha e covarde; pois quaisquer que sejam as ações de um homem, tal deve ser o seu espírito".

sábado, 13 de fevereiro de 2010

ALICE PODE SOFRER BOICOTE BRITÂNICO!!!


Cinemas britânicos ameaçam boicotar "Alice" de Tim Burton
Publicidade
da Efe, em Londres

Diversas cadeias de cinemas britânicas ameaçam boicotar a versão de Tim Burton para o filme "Alice no País das Maravilhas" devido a uma disputa pela data de lançamento da produção em DVD.

As cadeias Odeon, Vue e Cineworld se recusarão a exibir o filme se a Disney insistir em reduzir o intervalo entre a estreia nos cinemas e o lançamento em DVD das tradicionais 17 semanas para apenas 12, informa hoje o jornal "The Times".

Cena de "Alice no País das Maravilhas"; redes de cinema não querem que lançamento em DVD seja antecipado

O resultado da resistência entre as salas e a produtora terá grandes repercussões para a indústria. Se a Disney ganhar a queda-de-braço, outros distribuidores também tentarão encurtar esse intervalo de tempo; se perder, terão que pensar em outras estratégias.

Os distribuidores querem lançar seus títulos em DVD o mais rapidamente possível porque esse mercado, que era a maior fonte de receitas da indústria do cinema, encolheu 20% no ano passado, e creem que um intervalo menor entre a estreia nos cinemas e o lançamento do DVD alavancará as vendas.

Aparentemente, a polêmica em torno do lançamento de "Alice" mostra que ambas as partes têm muito a perder no caso do ameaçado boicote.

Outro filme de Tim Burton, "A Fantástica Fábrica de Chocolate", faturou 37 milhões de libras (US$ 58 milhões no câmbio atual) apenas nas bilheterias do Reino Unido em 2005.

Odeon, Vue e Cineworld são donas de 60% das salas do Reino Unido e controlam mais de 90% das salas de exibição em 3D.

Se "Alice" seguir o exemplo de "Avatar", sua versão em três dimensões vai faturar dez vezes mais do que a tradicional.

CARNAVAL OU RITUAL FUNEBRE???!!!


Definitivamente a administração Edgar Bueno é contra as "festas populares". Depois de fazer um Carnaval medíocre em 2009, não apoiar a tradicional "Via Sacra" no Estádio Olímpico e, não realizar o "Reveillon Popular", agora, em vez do ano anterior servir de "aprendizado", ao contrário, está servindo para sepultar de uma vez por todas o "Carnaval Popular" de Cascavel.

A secretaria municipal da Cultura de forma "amadoristica" têm sistematicamente cometido erros primários na condução e no planejamento do Carnaval em nossa cidade.
Enquanto cidades como Foz do Iguaçu, Santa Helena e São Miguel do Iguaçu estão com suas redes hoteleiras totalmente tomadas, vemos o "povo" de nossa cidade em "exôdo", migrar de Cascavel durante carnaval para outras cidades.

É uma pena, pois o Carnaval de Cascavel havia se recuperado e envolvido a sociedade de uma forma geral! Hoje apenas assistimos ações equívocadas, com a participação cada vez menor da sociedade e com uma programação pífia e sem atrativos.

Aniquilaram, destruiram, exterminaram e sepultaram o carnaval de Cascavel!
Se em 2009 foi ruim, esperem um Carnaval pior ainda em 2010. É fácil de prever tal fato, basta ver a participação do público nos eventos: Baile de Máscaras e Feijoada do Rei. Mas o pior é que não é apenas o Carnaval que é feito de forma "amadora" em nossa cidade, mas todos os eventos. E esses estão perdendo a qualidade, a credibilidade e principalmente a "participação" do povo.

Dessa forma temos que admitir: Edgar não quer apenas acabar com as "Festas Populares", mas também com todo "movimento cultural" de Cascavel.

COMEDIANTE DO ZORRA TOTAL EM CURITIBA!!!


Nelson Freitas chuta o mau humor com stand up

Histórias de casamento, infidelidade e auto-estima aliado à personagens hilários, que interagem com a platéia fazem do show um espetáculo descontraído


Os curitibanos poderão cair na risada com o show de humor com o ator e comediante Nelson Freitas, que participa dos quadros 'Alfândega pipipi', 'A pobreza bate a sua porta', 'O bebum e o nordestino Carretel' , 'Adão e Eva', e o líder de audiência Márcia e Leozinho, do programa 'Zorra Total' da rede Globo.

Com um formato "stand-up", o artista sobe ao palco do Teatro Positivo no dia 3 de março, partir das 21h10, para caricaturar o cotidiano e as relações humanas, como casamento, infidelidade, auto-estima e melhor idade, com histórias e personagens hilários, interagindo com a platéia num entretenimento leve, descontraído, despretensioso e positivo.

Com humor inteligente e histriônico característicos, Nelson Freitas é dirigido por um dos maiores mestres do gênero: Chico Anyzio, que agrega ao espetáculo sua marca inconfundível de elegância e qualidade, com a clássica picardia brasileira.

O show tem a duração de 70 minutos e a classificação é 14 anos.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

BAIXA NO TITÃS!!!


Baterista Charles Gavin deixa o grupo Titãs
Publicidade
da Folha Online

O baterista Charles Gavin, 49, decidiu se afastar da banda Titãs. Um comunicado da assessoria de imprensa do grupo anunciou a saída, por "motivos pessoais".

"Branco Mello, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Bellotto prosseguem com os trabalhos e compromissos do grupo", informa o comunicado. Mario Fabre passa a acompanhar a banda como baterista.

A banda surgiu nos início dos anos 80, em São Paulo. Da formação que a consagrou, restam agora apenas quatro integrantes. Arnaldo Antunes saiu em 1992 e Nando Reis, em 2001. No mesmo ano, o guitarrista Marcelo Frommer morreu de forma trágica, ao ser atropelado em uma avenida de São Paulo.

Charles Gavin deixou a banda Titãs, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira

Gavin entrou no grupo no final de 1984, para substituir André Jung. Gavin na época ensaiava com o RPM, que se preparava para lançar "Revoluções por Minuto". A entrada de Gavin na banda se tornou folclórica no rock nacional, que naquele momento vivia um período de agitação.

Jung acabou entrando no Ira!, no posto que já havia sido de Gavin, poucos antes de ele integrar o RPM, de Paulo Ricardo.

Nos últimos anos, o baterista ganhou destaque pelo trabalho de "garimpo" nos acervos da indústria fonográfica nacional. Ele conseguiu relançar em CD inúmeros discos de vinil fora de catálogo e que estavam praticamente esquecidos.

"Comecei a trabalhar com isso em 1998 e, desde então, consegui emplacar reedições em todas as gravadoras, todos os anos", lembrou ele, em entrevista à Folha em 2009.

VISITA DE REQUIÃO AO TEATRO, ACABA EM REPRIMENDA PÚBLICA EM EDGAR E JUDETE!!!


Na visita do Governador Roberto Requião ao canteiro de obras do Teatro Municipal, fatos inusitados eram de se esperar, principalmente por conhecer a capacidade intelectual da atual secretária da cultura de Cascavel Judete Bilibio.

No entanto, em duas oportunidades o governador cravou sua antipatia àqueles que querem falar sobre o que não entendem e a falta de informação.

O primeiro fato aconteceu logo de cara, quando "puxa-sacos" do prefeito e o próprio Edgar Bueno, foram mostrar para Requião, um "lay-out" de um mural a ser produzido na fachada de entrada do Teatro Municipal. O governador ficou "irritado" e chamou sua esposa Maristela para ver a arte, e a Primeira dama classificou o mural na frente de toda imprensa (e ninguém noticiou), como sendo de "mau gosto".

Já no interior da obra fui conversar com Maristela Requião, que se mostrou "indignada" com o pensamento "interiorano" da administração municipal em fazer um mural para um Teatro Municipal, retratando: vacas, cavalos, porcos etc...
Confessando que a "obra" (mural), deveria ser mais "clean" - limpo.

O segundo fato nada agradável aconteceu na saída de Requião da obra, quando Judete Bilibio, do alto de sua sapiencia cultural quis dar "aula" sobre arte e teatro em Cascavel, e levou a seguinte resposta de Requião: "Vocês deveriam conhecer Campo Mourão (cidade três vezes menor que Cascavel), lá sim existe movimento cultural"...

Esse povo realmente não aprende. No momento em que deveriam contratar profissionais de qualidade para fazer o "projeto" do mural do teatro, optaram por colocar em prática os dotes artísticos da secretária, que além de mau gosto tem o mau hábito de falar demais.

Acima imagem de parte do mural do Teatro Calil Hadad em Maringá.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

EX-LIDER DO DEMOCRATAS TEM PRISÃO DECRETADA!!!


STJ determina prisão de Arruda e mais cinco por tentativa de suborno no DF
Publicidade
MÁRCIO FALCÃO
da Folha Online, em Brasília

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decretou nesta quinta-feira, por 12 votos a 2, a prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), e mais cinco pessoas envolvidas na tentativa de suborno do jornalista Edson dos Santos, o Sombra. O tribunal decidiu ainda pelo afastamento de Arruda do governo do DF.

O ministro Fernando Gonçalves aceitou pedido da subprocuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a Corte do tribunal foi convocada para analisar a decisão de Gonçalves, relator do inquérito que investiga o suposto esquema de corrupção no GDF (Governo do Distrito Federal).


STJ determina prisão de Arruda (foto) e mais cinco por tentativa de suborno no DF

O Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra o governador e mais cinco pessoas por formação de quadrilha e corrupção de testemunha.

"Se não é possível fazer conclusões nesse atual estágio [...] por outro lado é inconteste que a presença do governador está ligada aos recentes eventos e tem gerado instabilidade na ordem publica da cidade. A única forma de se fazer cessar é decreto de prisão preventiva", disse o relator.

Além de Arruda, o STJ determinou a prisão do ex-deputado Geraldo Naves (DEM); Weligton Moraes, ex-secretário de Comunicação; Rodrigo Arantes, sobrinho do governador; Haroaldo Brasil de Carvalho, diretor da CEB (Companhia Energética de Brasília); e Antonio Bento da Silva, conselheiro do Metrô. Silva, no entanto, já está preso.

A Polícia Federal prendeu, na semana passada, o conselheiro do Metrô. No momento da prisão, ele entregava R$ 200 mil a Sombra. Silva está no presídio da Papuda, em Brasília.

Segundo o jornalista, o dinheiro seria a primeira parcela de um suborno de R$ 1 milhão em troca de um pacote de serviços que incluía uma declaração afirmando que os vídeos que mostram políticos de Brasília recebendo dinheiro de suposta propina foram manipulados por Durval Barbosa, delator do esquema.

Em depoimento à Polícia Federal, Sombra disse que, além de Silva, Naves e Weligton foram interlocutores do governador na tentativa de suborno.

O jornalista ainda entregou aos policiais um bilhete que teria sido escrito por Arruda como prova de que estaria envolvido na negociação de suborno.

A assessoria de Arruda afirmou que o ex-democrata vai se entregar espontaneamente. A reportagem está tentando contato com a defesa do governador para comentar a decisão do STJ.

DIRETOR TEATRAL CARIOCA É ENCONTRADO MORTO!!!


Fundador do grupo Nós do Morro é encontrado morto no Rio
Nova Delegacia de Homicídios investiga o crime. Vítima teve a garganta cortada por um estilete

A nova Delegacia de Homicídios, inaugurada em janeiro, investiga a morte do diretor e fundador do grupo Nós do Morro. O corpo de José Frederico Canto Pinheiro, de 57 anos, foi encontrado na manhã de quarta-feira (10) numa cabine usada pela Guarda Municipal, no Horto, na Zona Sul.

Fred Pinheiro, como era conhecido, teve a garganta cortada por um estilete que foi deixado ao lado do corpo. Segundo a polícia, o desaparecimento do diretor já tinha sido informado há alguns dias na 15ª DP (Gávea).

A carteira e outros objetos pessoais de Fred Pinheiro estavam ao lado do corpo. Segundo os policiais, nada foi roubado. Além de fundador do grupo, ele era diretor de teatro.

O grupo Nós do Morro é uma associação cultural sem fins lucrativos, inaugurada em 1986 na favela do Vidigal, em São Conrado, na Zona Sul, e tem como objetivo levar arte e cultura para a população do morro.

Ainda não foi divulgado o local e horário do velório e do enterro de Fred Pinheiro.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

PCB DESCE O CACETE NO CASO DA PRAÇA WILSON JOFFRE!!!


COMO GOVERNAM AS ELITES

CASO DA PRAÇA, A VERGONHA DE SEMPRE: DEPOIS DA FRAUDE, A FARSA DA “ECONOMIA”

Todos os prefeitos de Cascavel, desde Odilon Reinhardt, sempre souberam que o “direito” de Geraldo Marques Saraiva sobre a quadra da Praça Wilson Joffre era uma Fraude.

Até mesmo o atual prefeito, Edgar Bueno, que agora doou equivocadamente a praça a uma família e a recomprou por 10 milhões de reais, sabe disso: de 2001 a 2004, ele foi correto ao rejeitar pagar valores absurdos e indevidos por uma praça que já é do povo desde a década de 60.

É incompreensível que, hoje, o prefeito oriente sua gestão midiática para tentar “vender” a idéia de que o Município fez economia. Na verdade, tirou recursos dos projetos habitacionais, da reforma urbana e da reformulação do transporte coletivo quando autorizou esse grave prejuízo ao erário.

O prefeito e seus assessores deveriam ter sido honestos, afirmando que foram acuados por uma fraude monumental e que o Município estava gastando essa fortuna por conta de um grave erro judiciário.

Alegar que houve “economia” pagando uma divida inexistente, fruto de uma fraude, é faltar com a verdade. É vender gato por lebre, deliberadamente, mesmo sabendo qual é a verdade: ela está na CEI da Câmara referente a Praça Wilson Joffre e nos documentos da Procuradoria Jurídica da Prefeitura.

EXTRAÍDO DO BOLETIM DO PCB DE 10.02.2010

O ADEUS A PENA BRANCA!!!


Corpo do cantor sertanejo Pena Branca é enterrado em São Paulo
Publicidade
colaboração para a Folha Online

O corpo do cantor sertanejo José Ramiro Sobrinho, conhecido como Pena Branca, foi enterrado por volta das 17h no cemitério Parque dos Pinheiros, na zona norte de São Paulo.


O cantor morreu na noite desta segunda-feira, após sofrer um infarto em casa. Ele tinha 70 anos.

Com quase 50 anos de carreira, Pena Branca ficou conhecido com dupla sertaneja Pena Branca e Xavantinho, que criou com o irmão, morto em 1999.


Homenagem

A TV Cultura vai homenagear o cantor com a exibição do "Ensaio", gravado em 1991 com a participação da dupla Pena Branca e Xavantinho, que é entrevistada e canta alguns de seus sucessos, como "Cio da Terra", "Felicidade" e "Cuitelinho". O programa vai ao ar nesta quarta-feira (10), a partir das 23h.

Além disso, o "Viola, Minha Viola" deste sábado (12) vai exibir várias participações de Pena Branca. Entre os trechos que serão mostrados, está uma das últimas aparições do músico na televisão, gravada em outubro de 2009. O programa vai ao ar a partir das 21h30.

EM CASCAVEL O CORO SINFÔNICO ACABOU! JÁ EM LONDRINA...


Casa de Cultura da UEL abre vagas para Coros

Do dia 18 a 26 de fevereiro, das 17 às 19 horas, as pessoas interessadas podem comparecer à Casa de Cultura da UEL para avaliação vocal


A Casa de Cultura da UEL abre vagas para que novas vozes integrem os Coros da UEL nas seguintes modalidades: Infantil, Juvenil, UEL (adulto), Tempos Dourados e Campus UEL.

Do dia 18 a 26 de fevereiro, sempre das 17 às 19 horas, as pessoas interessadas em fazer parte dos Coros podem comparecer à Casa de Cultura da UEL (Rua Tupi, 210) para uma avaliação vocal.

O Coro Infantil, iniciado há mais de 20 anos, atualmente é composto por aproximadamente 45 crianças e adolescentes, de 8 a 13 anos. A regente Lucy Schimiti, respeitada internacionalmente por sua atuação na área vocal infantil, trabalha a questão vocal de uma maneira lúdica, através de um repertório com músicas folclóricas e populares de diferentes etnias. O Coro Infantil já participou de eventos nas cidades de Londrina, Ibiporã, Rio de Janeiro, Dourados, Porto Alegre e Botucatu. O objetivo principal é propiciar o desenvolvimento musical por meio do canto em grupo para crianças que, inclusive, não possuam nenhuma experiência vocal anterior. Os ensaios serão realizados todas as terças e quintas-feiras, das 18 às 19h30. O coro é composto por crianças de 8 a 13 anos.

O Coro Juvenil, composto por jovens da comunidade acadêmica ou de fora dela, com idade entre 14 e 20 anos. O repertório consiste de peças populares e/ou eruditas de variados períodos musicais, com ênfase em peças brasileiras e de outras nacionalidades, desde que apropriadas para vozes juvenis. Já realizou concertos em Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, Montenegro, São Leopoldo e Cuiabá. O trabalho é direcionado para adolescentes que se encontram em processo de mudança vocal, com realização de exercícios específicos para essa faixa etária. O Coro Juvenil fará ensaios todas as segundas e quartas-feiras, das 17 às 20 horas.

O Coro UEL (adulto) dá continuidade ao trabalho vocal realizado com os cantores que ultrapassaram a idade para estar no Coro Juvenil. Cantar afinado é um pré-requisito ao candidato que deseja ingressar neste grupo. Os ensaios serão sempre as segundas e quartas-feiras, das 18h30 às 21 horas.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A PRAÇA "JÁ ERA DO POVO"! EDGAR DEIXA FAMÍLIA SARAIVA MAIS RICA!!!



UM DOS EPISÓDIOS MAIS TRISTES DA HISTÓRIA DE CASCAVEL

Um janeiro de luto para a população de Cascavel: pagar quase 10 milhões de reais por um patrimônio que já era seu, consagrado pela lei e pela história.

Os incêndios da Prefeitura (1960) e do Fórum (1968), agora têm mais uma data a ser lembrada com muita tristeza: a derrota do povo de Cascavel no caso da Praça Wilson Joffre, sacramentada por uma segunda desapropriação da mesma área que na década de 60 passou a pertencer à população e tomou forma na obra da praça, na qual o Município investiu e reinvestiu várias vezes para dotá-la de melhores condições para um logradouro público central.

6 de janeiro de 2010: decreto assinado pelo prefeito Edgar Bueno “desapropria” a quadra na qual está construída a Praça Wilson Joffre. Esse foi o primeiro passo para um acordo entre a Prefeitura e a família Saraiva, que indevidamente se julgava proprietária da quadra e agora até foi assim declarada no próprio decreto, em que o município, erroneamente, reconhece a propriedade como pertencente ao espólio de Geraldo Marques Saraiva.

O Prefeito Edgar Bueno tem consciência de que a pílula foi amarga e se escora na idéia de que seu antecessor iria pagar o dobro. NO entanto, seu primeiro antecessor, Salazar Barreiros, mesmo na pertencendo a um partido que se diz “socialista moreno”, jamais pagou nem pagaria por uma dívida inexistente. Bueno, corretamente, na primeira gestão também não pagou.

Bueno deixou de fazer pessoalmente o acerto entre a Prefeitura e a família Saraiva. As tratativas ficaram a cargo do procurador municipal Kennedy Machado e do prefeito em exercício, Jadir de Mattos.

DITADURA E UM INCÊNDIO “INVENTARAM” A DÍVIDA QUE JAMAIS EXISTIU

Precatórios são dívidas que precisam ser pagas. Mas, no caso da Praça Wilson Joffre, o triste episódio resultou de uma grande fraude, com “direito” até a queima de sentença em um incêndio (o do Fórum, em 1968) ainda hoje envolto em suspeitas.

A ditadura reinante amarrava a Justiça e calava os protestos. Muitos espertalhões se aproveitaram do poder para impor sua vontade, vingar-se e promover fraudes impunemente.

O precatório da PWJ surgiu, assim, da queima de uma sentença judicial em plena ditadura. Mesmo sem ter direito, e por isso perdeu na Justiça, Geraldo Marques Saraiva alegou ser o proprietário da quadra da praça e o que era fantasia se tornou real.

Com problemas que se acumulam na periferia, o Município paga pela segunda vez uma área há décadas já pertencente ao patrimônio público municipal. Uma grave derrota para a população de Cascavel.

Quase dez milhões de reais arrancados dos cofres municipais. Recursos que jamais serão usados para resolver os problemas concretos da população.

Extraído do Boletim do PCB – 27.01.2010

COITADO DO "POBRE" CARNAVAL DE CASCAVEL. ENQUANTO ISSO EM LONDRINA...


Londrina terá carnaval diversificado e resgatará blocos

A intenção é estimular a cidade a participar do carnaval, voltar as brincadeiras e incentivar as pessoas a interagirem com a folia


Os londrinenses que não saírem da cidade neste carnaval poderão curtir uma programação ampla e diversificada, atendendo aos mais diversos gostos.

Isto porque, pois além do tradicional desfile das escolas de samba, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, o rei momo e cortejos vão levar a festa para as ruas da cidade.

Segundo o secretário de Cultura, Leonardo Ramos, a intenção é estimular a cidade a participar do carnaval e resgatar os blocos, que haja brincadeiras e que as pessoas voltem a interagir com a folia.

A expectativa da Secretaria é de 10 a 15 mil pessoas participando do Carnaval este ano.

Na sexta-feira, às 17h, a folia começa no calçadão, e segue em direção à Concha Acústica. O cortejo será animado pelo grupo Lata de percussão, e recebido na Concha pela Banda de Músicos de Londrina. O prefeito Barbosa Neto, então, entregará a chave da cidade para o Rei Momo, Carlos Alberto Bozzelli.

No sábado, a partir das 10h, no calçadão da avenida Paraná, o cortejo sai da rua Pernambuco e vai em direção ao Cine Teatro Ouro Verde. Além da animação dos grupos Lata e Bafo Quente, grupos e projetos culturais da cidade participam do cortejo.

Às 17h, o Zerão recebe o grupo feminino de sambistas "Entretantas" e Vítor Gorni e Banda, com interferências do Centro Londrinense de Artes Circenses (CLAC).

No domingo, a Liga de Escolas de Samba de Londrina e Região (Liesanor) promove o desfile das escolas de samba, no Autódromo, a partir das 20h. Esta é a única atração paga da programação. A entrada inteira custa R$ 5, e a meia, R$ 2,50.

Segunda-feira a festa continua, a partir das 17h, com a Festa do Rei Momo na Saul Elkind. A animação fica por conta dos grupos Lata e Bafo Quente. Na terça-feira, a festa se encerra na Concha Acústica, com a Banda de Músicos de Londrina e o Bloco Bafo Quente.


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Dia 12/02/10 - Sexta

17h - Cortejo do LATA - Calçadão para Concha Acústica

18h40 – Entrega da Chave da Cidade pelo Prefeito Barbosa Neto ao Rei Momo – Carlos Alberto Bozzelli

18h30 - Banda de Músicos - Concha Acústica


Dia 13/02/10 - Sábado

10h - Calçadão - Cortejo (concentração entre ruas João Cândido e Pernambuco –cortejo até o Ouro Verde)

- Grupo LATA

- Grupo Bafo Quente

- Convidados

17h - Zerão - do lado do Anfiteatro

- Grupo Entretantas

- Vitor Gorni e banda

- Escola de Circo – CLAC


Dia 14/02/10 – Domingo

Autódromo Internacional Ayrton Senna

Ingressos: R$ 5 e R$ 2,50

20h - Desfile das Escolas de Samba (Ordem do desfile)

1ª Escola – Quilombo dos Palmares

2ª Escola – Explode Coração

3ª Escola – Garotos Unidos da Zona Sul

4ª Escola – Gaviões Londrinenses

5ª Escola – Alegria da Passarela


Dia 15/02/10 - Segunda

Saul Elkind, ao lado do Centro Cultural Lupercio Luppi

17h - Cortejo - Grupo Lata

18h - Grupo Bafo Quente (show ao lado do Centro Cultural)


Dia 16/02/10 - Terça

- Concha Acústica - 18h às 21h

18h - Banda de Músicos de Londrina

19h – Banda Bafo Quente